Meus outros blogs:

segunda-feira, 31 de março de 2008

Dia Mundial do AVC

FACTORES DE RISCO PARA O AVC:
A.Pressão Arterial: é o principal factor de risco para AVC. Na população, o valor médio é de "12 por 8"; porém, cada pessoa tem o um valor de pressão, que deve ser determinado pelo seu médico. Para estabelecê-lo, são necessárias algumas medidas para que se determine o valor médio. (Determine sua Pressão Arterial).
B. Doença Cardíaca: qualquer doença cardíaca, em especial as que produzem arritmias, podem determinar um AVC. As principais situações em que isto pode ocorrer são: arritmias, infarto do miocárdio, doença de Chagas, problemas nas válvulas etc. (Determine seu Risco Cardíaco).
C. Colesterol: o colesterol é uma substância existente em todo o nosso corpo, presente nas gorduras animais; ele é produzido principalmente no fígado e adquirido através da dieta rica em gorduras.
D. Fumo: sempre devemos evitá-lo; é prejudicial à saúde em todos os aspectos, principalmente naquelas pessoas que já têm outros factores de risco aqui citados. Acelera o processo de asterosclerose, torna o sangue mais grosso (concentrado) ao longo dos anos (aumentando a quantidade de glóbulos vermelhos) e aumenta o risco de hipertensão arterial.
E.Uso excessivo de bebidas alcoólicas: quando isso ocorre por muito tempo, os niveis de colesterol se elevam; além disso, a pessoa tem maior propensão à hipertensão arterial.
F. Diabetes: é uma doença em que o nível de açúcar (glicose) no sangue está elevado. A medida da glicose no sangue é o exame de glicemia. Se um portador desta doença tiver sua glicemia controlada, tem AVC menos grave do que aquele que não o controla.
G. Idade: quanto mais idosa uma pessoa, maior a sua probabilidade de ter um AVC. Isso não impede que uma pessoa jovem possa ter.
H. Sexo: até os 51 anos de idade os homens ter maior propensão do que as mulheres; depois desta idade, os riscos praticamente se igualam.
I. Raça: é mais frequente na raça negra.
J. História de doença vascular anterior: pessoas que já tiveram AVC, "ameaça de derrame", infarto do miocárdio (coração) ou doença vascular de membros (Trombose etc.), tem maior probabilidade de ter um AVC.
K. Obesidade: aumenta o risco de diabetes, de hipertensão arterial e de aterosclerose; assim, indiretamente, aumenta o risco de AVC.
L. Sangue muito concentrado: isso ocorre, por exemplo, quando a pessoa fica desidratada gravemente ou existe um aumento dos glóbulos vermelhos. Este último ocorre em pessoas que apresentam doenças pulmonares crônicas (quer dizer, por muitos anos), ou que vivem em grandes altitudes. Em ambos os casos, o organismo precisa compensar a falta de oxigénio, aumentando a produção dos glóbulos vermelhos, para não deixar "escapar" qualquer oxigénio que chega aos pulmões.
M. Anticoncepcionais hormonais: os mais utilizados são as pilulas mas o médico deve avaliar e orientar cada caso. Actualmente se acredita que as pílulas com baixo teor hormonal, em mulheres que não fumam e não tenham outros factores de risco, não aumentam a probabilidade de aparecimento de AVC.
N.Sedentarismo: a falta de actividades físicas leva à obesidade, predispondo ao diabetes, à hipertensão e o aumento do colesterol.
QUANDO DESCONFIAR QUE UMA PESSOA ESTÁ APRESENTANDO UM AVC? )

O AVC manifesta-se de modo diferente em cada paciente, pois depende da área do cérebro atingida, do tamanho da mesma, do tipo (Isquêmico ou Hemorrágico), do estado geral do paciente, etc.
De maneira geral, a principal característica é a rapidez com que aparece as alterações; em questão de segundos a horas (de maneira abrupta ou rapidamente progressiva). Podemos chamar a atenção para aquelas mais comuns:
- Fraqueza ou adormecimento de um membro ou de um lado do corpo, com dificuldade para se movimentar;-
- Alteração da linguagem, passando a falar "enrolado" ou sem conseguir se expressar, ou ainda sem conseguir entender o que lhe é dito;
- Perda de visão de um olho, ou parte do campo visual de ambos os olhos;
- Dor de cabeça súbita, semelhante a uma "paulada, sem causa aparente, seguida de vômitos, sonolência ou coma; perda de memória, confusão mental e dificuldades para executar tarefas habituais (de início rápido).
Estas alterações não são exclusivas do AVC. Apenas servem de alerta de que algo está acontecendo, devendo procurar auxílio médico imediatamente.

domingo, 30 de março de 2008

Hotel Ruanda

Baseado em trágicos factos reais, acontecidos em Ruanda em 1994. Hotel Ruanda consegue despertar sentimentos agudos, tais como revolta, desespero, agonia, entre outros menos óbvios. Como filme cinematográfico, é um forte drama com interpretações muito sólidas e um roteiro bem firme, que tem a capacidade de abrir o coração dos espectadores para que estes se voltem à pobre África, o continente dos esquecidos. Há uma mensagem política bem directa, que funcionaria até para os dias actuais, contra os países ricos. Isso se, claro, estes se importassem.
Trata-se de genocídios e, no caso deste filme, tinha um herói anônimo (àquela época) que acabaria salvando muitas pessoas da morte. Tais semelhanças não tiram a força do filme, por ele ter personalidade e situações fortes por si mesmo, e funcionar como documento histórico de importância ímpar e de alto valor.

sábado, 29 de março de 2008

Amor Verdadeiro...

Uma rapariga pergunta ao namorado se ele a acha bonita.
Ele responde que não.
Ela pergunta-lhe se ele quer estar com ela para sempre.
Ele responde que não.
Ela pergunta-lhe se ele choraria se ela fosse embora.
Ele responde que não.
Por fim, pergunta-lhe se ele gostava dela do fundo do coração.
Ele, mais uma vez, responde que não.

Incrédula com o q tinha acabado de ouvir, vai embora, lavada em lágrimas.
O rapaz agarra-a pelo braço e diz-lhe:

Não és bonita, és irresistível!
Não quero estar contigo para sempre.
Eu preciso de estar sempre contigo.
E eu não choraria se fosses embora.
Eu morreria.
Não te amo do fundo do meu coração.
Tu és o meu coração!

LINDOOOO|||| Também quero um amor verdadeiro como este para mim ..

Mudança da hora..

Uma amiga minha informou-me:
MEUS AMIGOS É FAVOR NÃO ESQUEÇEREM QUE NA NOITE DE SABADO PRA DOMINGO, MUDA A HORA .
VÃO DORMIR MENOS 1 HORA EHHHH !!!!
ÀS 00H00 SERÁ 01H00

sexta-feira, 28 de março de 2008

Uma promessa para toda a vida


A vida de Miles Ryan poderia ter acabado no dia em que mataram a sua mulher, dois anos antes, num acidente de viação. Missy, o seu primeiro e último amor, namorada de liceu, esposa e mãe de Jonah, seu único filho, tinha sido morta e o seu assassino fugido do local do crime. Como marido saudoso e homem apaixonado chora a morte da mulher amada, mas como Xerife de New Bern, na Carolina do Norte, vive obcecado pela injustiça do condutor assassino não ter sido capturado e punido. Sarah Andrews é professora primária, em fuga de Baltimore, de um casamento desastroso e de um divórcio problemático. Pensou encontrar na pacífica cidade de New Bern uma oportunidade para o início de uma nova vida. Foram as suas próprias feridas, ainda a sarar, que a tornaram sensível à mágoa e dor que logo notou nos tristes olhos de Jonah, seu aluno, e depois nos de Miles. Sentindo que esta poderia ser a última chance de viverem e de serem felizes, Sarah e Miles procuram começar de novo. E pela primeira vez em anos irão novamente rir e amar. Uma vez apanhados numa relação amorosa serão forçados a reavaliar o significado das suas vidas: Miles terá que superar o drama de ter perdido a mulher que amava e Sarah terá que revelar um segredo que os une, mas que poderá separá-los para sempre. Recentemente seleccionado como o Melhor Autor pelo Entertainment Weekly, Nicholas Sparks é hoje considerado o mais bem sucedido e proeminente contador de histórias norte-americano. Em Uma Promessa Para Toda a Vida, Nicholas Sparks escreve, com uma brilhante intensidade, sobre os amargos deslizes da vida e seus opostos momentos de incomparável doçura. Mais do que uma simples história de amor, é no fundo uma poderosa mensagem sobre a falibilidade do ser humano, sobre os erros cometidos, mas também sobre as suas virtudes: perdão, tolerância e amor, valores esquecidos nos dias de hoje.

quinta-feira, 27 de março de 2008

Dia Mundial do Teatro

Sabias que o Teatro foi uma manifestação cultural criada pela Civilização da Antiga Grécia?

O Teatro nasceu em Atenas, associado ao culto de Dionísio, deus do vinho e das festividades. As representações teatrais tinham lugar em recintos ao ar livre, construídos para o efeito. Os teatros gregos tinham tão boas condições
que os espectadores podiam ouvir e ver, à distância, tudo o que se passava na cena. Os actores usavam trajes de cores vivas e sapatos muito altos para ficarem com uma estatura imponente. Cobriam o rosto com máscaras que serviam quer para ampliar o som da voz, quer para tornar mais visível à distância, a expressão do personagem.

Um aspecto curioso é que, em cada peça, só existiam três actores, todos do sexo masculino. Cada um deles tinha que desempenhar vários papéis, incluindo os das personagens femininas. A representação dos actores, que actuavam na cena, era acompanhada pelos comentários do coro, que se movimentava na orquestra, juntamente com os músicos.

Havia dois géneros de representações: a tragédia e comédia. As tragédias eram peças ou representações que pretendiam levar os espectadores a reflectirem nos valores e no sentido da existência humana. As comédias eram, por sua vez, peças de crítica social que retratavam figuras e acontecimentos da sociedade da época, ridicularizando defeitos e limitações da actuação dos homens, provocando o riso na assistência.

Hoje na RTP1, as 21h:
TEATRO: O DIA DAS MENTIRAS
Inspirada em duas comédias de Almeida Garrett, a peça recria, no palco do Teatro da Trindade, as intrigas originais, transpondo-as para o século XX.
Num mesmo hotel de Lisboa cruzam-se duas histórias imaginadas por Almeida Garrett: o casamento festivo da filha de um comerciante das ruas da Baixa alfacinha; e o encontro entre um pai e uma filha que acabam de chegar do Porto, com o galã lisboeta com quem ela sonha casar. Só que o jovem tem um enorme defeito: mente a torto e a direito.
Tanto num caso como no outro as coisas não correm nada bem e as peripécias que acontecem acabam em engraçadíssimas situações de comédia.
Verdades e mentiras misturam-se por entre os corredores deste hotel, que não vai de certeza querer perder!

A peça ‘Say it with flowers’, de Gertrude Stein, tem a sua estreia nacional marcada para o próximo dia 27, no palco do Teatro das Figuras, em Faro, a partir das 21h30, com Margarida VilaNova.

Invasão do Estado da Índia (1961)

Na noite de 17 para 18 de Dezembro, a União Indiana invadia os territórios de Goa, Damão e Diu.

Apesar da dimensão avassaladora do ataque, as tropas portuguesas portaram-se com grande dignidade, tendo estado muito longe da imagem de debandada que se generalizou na opinião pública portuguesa.

O Estado Português da Índia foi ocupado pela União Indiana em 1961, numa acção que o Governo Português só reconheceu em 1975. Os territórios assim adquiridos foram inicialmente governados directamente a partir de Nova Deli,e posteriormente elevados à categoria de estados, com a excepção de Dadra e Nagar.

Haveli, cuja administração portuguesa a Índia não reconhecia, tendo considerando pois a sua tomada em 1961 como uma "recuperação" e não como uma anexação. Aparentemente nenhuma bandeira local é usada, a exemplo do que acontece em quase todos os estados da Índia.
Iniciada às zero horas de 18 de Dezembro de 1961, a invasão de Goa, Damão e Diu demorou 36 horas. A desproporção era demasiada, com as forças indianas 13 vezes superiores à guarnição portuguesa. O "sacrifício total" pedido por Salazar seria uma tragédia. Assim o entendeu, ao render-se, o general Vassalo e Silva, último governador de uma História de 451 anos. Carlos Azeredo foi um dos militares que participou nos acontecimentos. 40 anos depois, o general foi o guia do Expresso numa visita aos últimos anos da Índia portuguesa.
A vizinha e imensa União Indiana é um vulcão de fervor nacionalista. Independente da Inglaterra desde 1947, antes ainda da libertação já os seus principais dirigentes haviam reclamado a integração dos territórios do Estado Português da Índia: Goa, Damão e Diu. Mahatma Gandhi, o pai da grande nação indiana, fora significativamente o primeiro a declarar que Goa não poderia ficar separada. Esta será uma constante da política do primeiro-ministro Pandit Jawaharlal Nehru, que, em 1950, reivindica formalmente os territórios administrados por Portugal, a quem propõe a abertura de negociações. O governo presidido por Oliveira Salazar recusa, com o argumento de que Goa e os demais territórios fazem parte do todo nacional. Em Goa, Damão e Diu, as manifestações de desobediência civil ou a favor do direito à autonomia ou hindus, são compelidos ao exílio. têm como resposta a prisão, a deportação e a censura. Muitos goeses, sejam católicos.

Transexual grávido nos EUA


Chama-se Thomas Beatie e está grávido de cinco meses. A decisão de engravidar surgiu depois de verificar que a sua companheira de há 10 anos, Nancy, devido a uma endometriose, não o poderia fazer.

Thomas Beatie foi mulher no passado, tendo sido submetida a um processo de alteração de sexo em que retirou cirurgicamente os seios e se submeteu a um tratamento hormonal, sem, no entanto, ter retirado os órgãos reprodutores femininos.

Thomas Beatie recorreu à inseminação artificial para engravidar e agora vive encantado com a sua situação. Admira-se com o crescimento da barriga dia-a-dia, mas assegura que quando nasça a bebé – que já se sabe que será do sexo feminino –, será o seu pai, enquanto a companheira será a mãe.

segunda-feira, 24 de março de 2008

O medo do desconhecido..

Tenho Anjos no Céu, tenho Anjos na Terra
Que olham por mim, que cuidam de mim
que torcem pela minha felicidade neste mundo
que mais posso desejar...

Tenho o livro para ler nos momentos criticos,
tenho a mente aberta para saber que é importante,
que para este mundo, preciso o necessário
para sobreviver, para viver bem com vida
e com o que está a minha volta
e corpo reage conforme a mente manda...

Tenho o Amor no meu coração,
Tenho concordância da minha cabeça com o meu coração,
apenas fica o nó no estomago,
ponho a pensar em coisas boas, e passa por instantessss

Tenho medo, medo do desconhecido,
Mesmo que já tenha passado por este desconhecido,
mas é sempre desconhecido...
Mas o tempo cura tudo, até o medo do desconhecido..
(autoria: LMCF)

sexta-feira, 21 de março de 2008

Jejum e abstinência

O jejum é a forma de penitência que consiste na privação de alimentos. Na disciplina tradicional da Igreja, a concretização do jejum fazia-se limitando a alimentação diária a uma refeição, embora não se excluísse que se pudesse tomar alimentos ligeiros às horas das outras refeições. Ainda que convenha manter-se esta forma tradicional de jejuar, contudo os fiéis poderão cumprir o preceito do jejum privando-se de uma quantidade ou qualidade de alimentos ou bebidas que constituam verdadeira privação ou penitência.

A abstinência, por sua vez, consiste na escolha de uma alimentação simples e pobre. A sua concretização na disciplina tradicional da Igreja era a abstenção de carne. Será muito aconselhável manter-se esta forma de abstinência, particularmente nas sextas-feiras da Quaresma. Mas poderá ser substituída pela privação de outros alimentos e bebidas, sobretudo mais requintados e dispendiosos ou da especial preferência de cada um.

Contudo, devido à evolução das condições sociais e do género de alimentação, aquela concretização pode não bastar para praticar a abstinência como acto penitencial. Lembrem-se os fiéis de que o essencial do espírito de abstinência é o que dizemos acima, ou seja, a escolha de uma alimentação simples e pobre e a renúncia ao luxo e ao esbanjamento. Só assim a abstinência será privação e se revestirá de carácter penitencial.

Determinações relativas ao jejum e à abstinência
O jejum e a abstinência são obrigatórios em Quarta-feira de Cinzas e em Sexta-feira Santa. A abstinência é obrigatória, no decurso do ano, em todas as sextas-feiras que não coincidam com algum dia enumerado entre as solenidades. Esta forma de penitência reveste-se, no entanto, de significado especial nas sextas-feiras da Quaresma. O preceito da abstinência obriga os fiéis a partir dos 14 anos completos.O preceito do jejum obriga os fiéis que tenham feito 18 anos até terem completado os 59.

quinta-feira, 20 de março de 2008

Primavera é renovar...

Nem sempre o processo de renovação é pacífico ou fácil.
Às vezes, dói. Renovar implica sempre perder algo. Ou, apenas, guardar algo?
Quando a Primavera chega, perde-se a mantinha vermelha. Ou guarda-se?
Renovamos os amigos. Seria dramático se nos esquecessemos de lhes dizer quanto os queremos.
Renovamos os amores. Seria triste se nos esquecessemos de dizer, amo-te.
Renovamo-nos a nós. Seria preocupante se nos esquecessemos de mudar.
Seria triste se a Primavera se esquecesse de nos devolver o calor.

As flores. As folhas das árvores.
Chega esta tarde. Cerca das 18 horas. E venha com Sol ou com chuva, não se vai esquecer do calor.
Sem nos esquecermos que viver é renovar.
Mesmo que, às vezes, doa.
Deve doer às árvores quando vêem as suas folhas partirem. E agora é vê-las aí de novo...cheias de...Primavera.

Este "post" é dedicada a minha colega, amiga, e mais qualquer coisinha, L.I.M. (Russy). É altura de renovares os amores..

Boa Páscoa...

A Páscoa é sempre no primeiro Domingo depois da primeira lua cheia depois do equinócio de Primavera (20 de Março).
Esta datação da Páscoa baseia-se no calendário lunar que o povo hebreu usava para identificar a Páscoa judaica, razão pela qual a Páscoa é uma festa móvel no calendário romano.
Este ano a Páscoa acontece mais cedo do que qualquer um de nós irá ver alguma vez na sua vida!
E só os mais velhos da nossa população viram alguma vez uma Páscoa tão temporã (mais velhos do que 95 anos!).
1) A próxima vez que a Páscoa vai ser tão cedo como este ano (23 de Março) será no ano 2228 (daqui a 220 anos). A última vez que a Páscoa foi assim cedo foi em 1913.
2) Na próxima vez que a Páscoa for um dia mais cedo, 22 de Março, será no ano 2285 (daqui a 277 anos). A última vez que foi em 22 de Março foi em 1818. Por isso, ninguém que esteja vivo hoje, viu ou irá ver uma Páscoa mais cedo do que a deste ano.
Aproveito a oportunidade para desejar uma Páscoa feliz!

Adoro quando envio um email á familia,
aos amigos e amigas, nestas ocasiões,
a desejar o melhor..
E receber resposta de volta.
É gratificante... Obrigado!

Primavera

A Primavera é a estação do ano que se segue ao Inverno e precede o Verão. É tipicamente associada ao reflorescimento da flora e da fauna terrestres.

A Primavera do hemisfério norte é chamada de "Primavera boreal", e a do hemisfério sul é chamada de "Primavera austral". A "Primavera boreal" tem início, no Hemisfério Norte, a 20 de Março e termina a 21 de Junho. A "Primavera austral" tem início, no Hemisfério Sul, a 23 de Setembro e termina a 21 de Dezembro.

Do ponto de vista da Astronomia, a primavera do hemisfério sul inicia-se no equinócio de Setembro e termina no solstício de Dezembro, no caso do hemisfério norte inicia-se no equinócio de Março e termina no solstício de Junho.

Como se constata, no dia do equinócio o dia e a noite têm a mesma duração. A cada dia que passa, o dia aumenta e a noite vai encurtando um pouco, aumentando, assim, a insolação do hemisfério respectivo.

Estas divisões das estações por equinócios e solstícios poderão ser fonte de equívocos, mas deve-se levar em conta a influência dos oceanos na temperatura média das estações. Na Primavera do hemisfério sul, os oceanos meridionais ainda estão frios e vão aos poucos aquecendo, fazendo a Primavera ter temperaturas amenas ao longo da estação.

Desejo-vos uma boa Primavera!!

quarta-feira, 19 de março de 2008

Saudades de meu Pai

Falar do Pai é falar de amor...

Sentir a tua falta é algo inexplicável. Mas, tentarei expressar estas saudades, através destas humildes palavras.
Pai... Sinto falta:
- Da tua voz que me aconselhava com ternura;
- Do teu olhar sereno, que me olhava com doçura;
- Das tuas mãos, que me levantava com jeitinho;
- De teu abraço que me envolvia e que também me fazia dançar;
- Do teu caminhar, pela casa..
- Da tua protecção, em que em nada temia;
- Das tuas palavras, nos momentos de dificuldade;
- Dos teus conselhos, que era para meu bem..e que por vezes, fingia não ouvir..

Pois, quanto mais nós vivemos, é pouco tempo para dizer: Gosto muito de Ti, Pai.

Quem tem o Pai vivo, não desperdice o tempo, fale sobre o teu amor por ele...Deixe as mágoas, as tristezas de lado e aproveite o dia de hoje..O Dia do Pai é um perfeito dia para isso. Pois, AMANHÃ pode ser tarde demais...

Pelas minhas saudades que sinto do meu Pai, são agora, grandes Recordações..

terça-feira, 18 de março de 2008

A cozinha mais pequena do mundo


A Bimby revolucionou por completo o trabalho na cozinha.
Esta ajudante de cozinha, imbatível, doze vezes patenteada, inovadora e sem rival, combina numa só máquina funções de dez processadoras.

A Bimby tem capacidade para fazer quase tudo a uma velocidade inacreditável.
Pica, rala, corta, bate, amassa, moe, tritura, pesa, emulsiona e cozinha! E......até cozinha a vapor e lava-se sozinha.

O seu manuseamento fácil e rápido torna-a o parceiro essencial na cozinha.

A Vorwerk aposta na elevada qualidade e superioridade técnica.
Experimente o prazer diário da cozinha criativa e tradicional com ingredientes frescos.

Vão-nos fazer uma demonstração hoje.. A ver, vamos..

segunda-feira, 17 de março de 2008

Publicidade..





domingo, 16 de março de 2008


A 17ª edição da meia-maratona de Lisboa vai bater hoje um recorde absoluto de participantes quando 36.000 pessoas passarem a Ponte 25 de Abril, o principal símbolo da prova.

Assim o recorde do Mundo continua a pertencer ao queniano Samuel Kamau Wanjiru, com 58.33'
Eduardo Henriques (Conforlimpa) foi o melhor português na prova e concluiu na quinta posição com 01:02.08 horas.
No sector feminino, e depois de já ter ganho em 2005 e 2006, a queniana Salina Kosgei venceu pela terceira vez a prova lisboeta, gastando 1:09.57 horas, impondo-se à sua compatriota Pamela Chepchumba e à argelina Ait Salem Soad, segunda e terceira classificadas, respectivamente.
Apesar de tudo esta foi a grande festa do atletismo nacional e internacional mobilizando mais de 30.000 corredores cujo grande objectivo foi passar a Ponte 25 de Abril a pé, numa oportunidade única e promovida pelo Maratona Clube de Portugal.

Pelo segundo ano consecutivo, também fui andar rápido nesta mini-maratona. Fizemos em 1:15:23 horas, os sete kilometros...

sábado, 15 de março de 2008

Poda das Pereiras e Laranjeiras...

A poda é fundamental para a sáude e o pleno desenvolvimento das árvores e dos arbustos de fruto. Esta é, assim, uma operação essencial e necessária.

Pereiras

Estas árvores de fruto produzem ramos bastante vigorosos que têm tendência para crescer na vertical. Por isso, convém podá-las a cada dois ou três anos. O processo é semelhante ao descrito para as macieiras.

Revitalizar uma velha pereira também não é uma operação muito complicada… Faça uma poda radical, para estimular o seu crescimento.
Não se esqueça de eliminar os ramos mortos e doentes e de cortar, pelo menos, um terço dos ramos pela metade do seu comprimento.

As laranjeiras, principalmente as duas maiores, têm dois problemas — por um lado, cresceram de qualquer maneira, com ramos cruzados e sem qualquer luz ou arejamento interior.
Fizemos uma poda radical as laranjeiras antigas e irão recuperar cheias de força, aliás sem grandes cuidados.

sexta-feira, 14 de março de 2008

Inspiração ou apaixonada??


Por causa do longo texto escrito por mim, ontem, e dos textos que tenho posto no blog, perguntaram-me se eu estava inspirada ou estava apaixonada..

Iniciei o ano 2008, com uma viagem de 12 horas, Viagem á India...
Onde deixei de ter medo de voar.. não senti enjoos, não senti dores de cabeça, nas subidas e descidas..
Onde tive de ser responsável por mim e olhar pelos outros, que foram e estiveram em minha companhia..
Onde tive oportunidade de andar sozinha e acompanhada, noutro pais, noutro continente, noutra cultura..


Um dia acordei, senti tristeza, pelo pais ser assim.. Um pais, aonde senti muita pobreza, calmaria, tristeza. E pus-me a andar sozinha pelas estradas, olhando a loucura daquele pais..
E senti, algo que mexeu comigo, senti como se fizesse parte daquele pais, daquela estrada, daquelas pessoas, daquele clima..
Talvez tenha sentido algo por ter deixado descansar a alma do meu Pappy, na terra que ele amava, na terra onde ele nasceu, cresceu e voltava sempre..

Naquele dia, algo mudou em mim...
Senti, que já não era a mesma que era no ano passado. Em que senti muitos apertos, desesperos e grandes dores..
Mas não sei explicar, sei que desde essa altura, noto muitas coisas diferentes em mim.. Coisas que tomo iniciativa, e me faz sentir bem..

Talvez uma inspiração fora do comum, e aproveito este blog para escrever... quem sabe, futuramente, em vez de um blog, possa ser um livro..
"...que para escrever temos de estar de mãos dadas com a inspiração. As palavras tomam vida e passam naturalmente para o papel digital, tomam forma usando tinta virtual. Somos apenas e tão somente um instrumento."

Procuro paixões, encontro grandes amizades.. e novas amizades. E sempre que ouço o nome de "Goa", recordo do meu Pai, com Amor. Levaram-me a dançar, senti os sonhos tornarem-se a realidade (como já contei nos posts anteriores).. Estes ultimos dias, recebi abraços, muitos abraços, fortes e que tocaram no fundo.. Abracoterapia...

Agora digo: não é so a inspiração nem a paixão.. estou a sentir o meu coração a encher de Amor...

quinta-feira, 13 de março de 2008

Mais um ano...

Mais um ano que termina, mais um ano que começa...
Somente no dia do aniversário, é que eu sinto a idade que tenho,
um numero que aumenta e que o tempo passa,
idade que tanto fisicamente como psicologicamente, não a sinto.

Basta olhar para a Natureza e sinto-me mais nova,
ponho-me a dançar e sinto-me ainda uma menina,
ponho-me a cantar e sinto-me o tempo a passar-me ao lado.
olho para os meus pais, e sinto-me ainda uma criança,
Deve ser a criança que existe dentro de nós,
que não me deixa crescer com o passar dos anos..

Quando fiz 30 anos, tive medo, muito medo,
lembrar-me que já não era nova,
lembrar-me que o corpo já não é o mesmo,
lembrar-me que o tempo, irá passar como em dias de ventania,
lembrar-me que estava sozinha e que a solidão irá aumentar..
lembrar-me que já não posso fazer as mesmas aventuras,
Nunca senti tanto medo por fazer trinta anos..

Mas com ajuda dos meus Pais, Irmão, Amigos, Manas,
a passagem da década passou, bem passado e com boas surpresas.
O sol já se pôs, a noite veio mais escura..
senti os segredos a voarem para o céu,
senti as estrelas mais próximas,
a lua espreita para me dar conforto..
Vi o por-do-sol,
senti os primeiros raios de sol,
senti o calor do meu corpo,
senti uma nova vida,
um novo começo,
senti tudo muito mais calmo,
senti o coração mais sossegado,
senti que ia começar a viver todos os momentos,
senti que ia captar, perceber todos os presentimentos,
e viver a vida tal como ela é...

O tempo passou, os anos passam,
sinto a mesma sensação ao fazer anos,
idade que tanto fisicamente como psicologicamente, não a sinto.
Mas que é a realidade.
Ainda sinto a mesma leveza de alma,
sinto o tempo a passar ao meu lado..

As novas fases da vida, são para sentir,
e avançar como se elas fizessem parte de mim,
desejo ardentemente de fazer loucuras,
fazer de vampira e ir á caça,
vestir um vestido sexy, sentir feminina,
e ouvir piropos e deixar rastos,
ser madura em alturas de responsabilidades..
E claro, receber de boa vontade
as coisas que achamos menos boas..
tal como, os cabelos brancos,
pneus estranhos, as olheiras, as rugas,
as brancas e falhas de memórias,
a agenda e bloco que fazem parte do nosso dia-a-dia..

Aprendi a amar a minha vida como ela é...
pode a idade não perdoar certas coisas,
mas a voz interior fala mais alto,
e diz que, o tempo cura tudo..
que nunca estamos sozinhos,
que as saudades que sentimos transforma em recordações,
que um olhar em frente faz a diferença,
e que o Coração em tudo e todos,
pode transformar...
(autoria: LMCF)

quarta-feira, 12 de março de 2008

Goa - Mais perto de casa...

Documentários que realçam o sentido da ligação entre a RTP e os seus telespectadores emigrantes portugueses...

No Monte Sagrado da Velha Goa, na Igreja da Madre de Deus, combinam-se marcas de pedra do tempo que foi.
Nos mapas, sinais da vida que era.
Enquanto nos dias que passam, a monção inventa vento e chuva.

Em alguns TULSI – mais perto de casa – e em alguns templos também, vai-se mostrando Ganesh a divindade com cabeça de elefante, senhor dos princípios do hinduísmo.

E é nesta Goa que há ainda um importante número de famílias que falam português. Com os filhos, com os netos … e há gente a aprender português e a ver a RTP.
E por isso ouvimos sentimentos:

“Eu adoro ensinar português. É também uma maneira de estar ligada a Portugal – através da minha língua-mãe. Mas, decididamente estou “mais perto de casa” aqui em Goa.”

“Os meus pais eram goeses; foram para Angola; estiveram por lá mais de quarenta e tal anos e … tiveram que voltar para a terra dos antepassados.

“Sim, a minha casa também é lá. Eu nasci no tempo do português. E assim, eu vi aquela vida naquela altura. E eu estou a ver a vida agora também. É muito diferente. Mais perto de casa??

terça-feira, 11 de março de 2008

Infelizmente é assim...


Nem mais…. o nosso futuro….

Animador…..
Ter cursos, licenciaturas, mestrados.. Para quê?
Fazer cursos que já tenham muita gente,
só porque é um curso de futuro,
ou fazer cursos que não tem pessoal sufuciente,
em que, quando vamos para o mercado de trabalho..
torna-se complicado....

Na altura da procura de emprego,
os que são conhecidos ou tem cunhas, tem sorte, neste pais,
Outros encontram, por muito esforço ou sorte,
Outros trabalham em trabalhos que nada tem a haver com o curso que tirou,
Outros arriscam-se, ir para outros paises, procurar trabalho no estrangeiro,
tendo que deixar a familia,
tendo que aprender outras linguas,
tendo que aprender a viver e sobreviver,
e outros que continuam á procura..eternamente...

AfricAdançar - I Congresso Internacional de Danças Africanas


ÁFRICADANÇAR afirma-se como um evento de características únicas, que pretende incentivar a dança, em todos os apaixonados pelos ritmos quentes de ÁFRICA, exacerbados pela batida cardíaca do continente africano.

PROGRAMA
ÁfricAdançar
Dia 14 de Março 2008
Local: Barrio Latino Café (Expo)

Festa de Recepção
Dia 15 de Março 2008
Local: Cinema São Jorge
10h00 .Abertura do evento
10h30/13h00 .Workshops
Almoço
14h30/20h00 .Workshops/ Palestras
Jantar
21h30 .Espectáculo de dança e música
23h45/02h00 .Festa e convívio

Dia 16 de Março 2008
10h00 .Abertura de portas
10h30/13h30 .Workshops
Almoço
14h30/19h30 .Workshops
Jantar
21h00 .Gala da Final do Campeonato Internacional de kizomba
.Actuação dos Irmãos Verdades
.Fecho do Evento

Workshops
Os participantes de ÁFRICADANÇAR, experimentam diferentes momentos evolutivos, diversificados e atractivos, que lhes permitem descobrir novas experiências, sensações e ritmos na área da dança.
Estes momentos serão proporcionados por professores de renome e com um vasto conhecimento nas danças Africanas assim como Avelino Chantre (Cabo Verde/Lisboa), Petchú(Angola), Ricardo Sousa e Paula Loureiro (Afrolatin connection - Porto), Zé Barbosa(Cabo Verde/Lisboa), Kwenda (Londres), Marta Chasqueira (Lisboa), António Tavares (Cabo Verde), Marlene Doris (Cabo Verde), Eva Azevedo(Porto), Marc n’danou(Togo), Tomás Keita (Barcelona), Batotuyetu, Angel (EDSAE), Mussá (Moçambique), Prisca Diedrich(Alemanha), Cazuza (Angola), Boris (Cabo Verde).
Modalidades dos Workshops: Tribal, Semba, Kizomba (na passada, Style, iniciados, avançados), Afro Contemporâneo, Ritmos Cabo Verdianos, Kuduro, Batuque (femenino), Afro Cubano, Dança Moçambicana, Dança Oriental, Togo (África Ocidental), Gumbé, Dança Tradicional Africana (Batotoyetu) e African flow.

Festas
Para continuar a noite em clima de animação total, ÁFRICADANÇAR garante a presença de diferentes DJ’s nacionais e internacionais responsáveis por animar as melhores noites. Assim, num clima “all night long”, os participantes põem à prova os conhecimentos adquiridos nos workshops, num ambiente animado, de interacção total.

1º Campeonato Internacional de Kizomba
Durante o ÁFRICADANÇAR, é lançado um desafio à competição.
Assim, no Campeonato Internacional de Kizomba, os melhores dançarinos serão premiados, sendo-lhes reconhecida a excelência pelo seu desempenho performativo.
Para júri, estarão presentes os melhores bailarinos e professores do meio das danças africanas e latinas entre outros assim como Marco de Camillis, Avelino Chantre, Rita Galo (Artist), Petchú, Bibi (EDSAE) e Zé Barbosa.
Vão ser feitas eliminatórias percorrendo discotecas de Norte a Sul incluindo uma eliminatória em Inglaterra e outra em Espanha, para se chegar aos 10 casais finalistas para a Gala do ÁfricAdançar.

Informação do site AfricAdançar onde pode encontrar tudo o que quer saber.

domingo, 9 de março de 2008

Escultura, Arte, Materialização II

Sobre uma paisagem linda... um olhar sobre o anoitecer entre os montes e praia.. vento frio e sol quente... E o mar ali, sobre as ondas.. Os montes verdejantes.. passei para a minha segunda fase de materialização..

Colocada a rede. Rede aqui, rede ali... aperta aqui, aperta ali.. ficou pronto. E no final, os meus dedinhos, ficaram um pouco aleijadinhos. E proxima fase, será cimentar, arede ajudará a manter o cimento de pé..
Imaginei, contei juntamente com as opiniões do meu mestre e amiga assistente, como será o final. Será de azulejo? será de pedrinhas? Hmmmm..
A ver como ficará a proxima fase..

sábado, 8 de março de 2008

Poda das Macieiras

Poda é limpar ou cortar a rama ou braços inúteis das videiras, árvores, etc.. tem por objetivo regularizar a produção e melhorar a qualidade dos frutos.~

A importância de se podar varia de espécie para espécie, assim poderá ser decisiva para uma, enquanto que para outra, ela é praticamente dispensável. Com relação à importância, as espécies podem ser agrupadas em:
• Decisiva: Videira, pessegueiro, figueira, nespereira.
• Relativa: Pereira, macieira, caquizeiro, oliveira.
• Pouca importância: Citros, abacateiro, mangueira, nogueira, pecã.

OBJETIVOS DA PODA

Os sete objetivos principais da poda são:
1º- Modificar o vigor da planta;
2º- Produzir mais e melhor fruta;
3º- Manter a planta com um porte conveniente ao seu trato e manuseio;
4º- Modificar a tendência da planta em produzir mais ramos vegetativos que frutíferos ou vice-versa;
5º- Conduzir a planta a uma forma desejada;
6º- Suprimir ramos supérfluos, inconvenientes, doentes e mortos;
7º- Regular a alternância das safras, de modo a obter anualmente colheitas médias com regularidade.

Macieiras
Grande parte das macieiras só deve ser podada depois de ter atingido a maturidade e com intervalos de 4 a 5 anos.
Objectivo: suprimir os ramos supérfluos, mortos e doentes. No entanto, e de maneira a que os frutos cresçam saudáveis e saborosos, convém ir desbastando a árvore - só eliminado os ramos mais densos é que conseguimos fazer chegar a luz necessária ao amadurecimento de todos os frutos. Como fazê-lo?
Antes de tudo, a melhor altura do ano é o Verão – durante o Inverno, a poda pode estimular a formação de novos rebentos.
Alguns pontos são essenciais:
• elimine os ramos verticais, os que tiverem doentes e os que já se encontram mortos;
• elimine os ramos mais salientes da copa e/ou aqueles que se encontram mais próximos do chão;
• conserve os ramos que crescem na horizontal e aqueles necessários para a manutenção da forma da árvore;
• não corte as pontas dos ramos, nem faça cortes nos rebentos laterais.
Importante é, ainda, tornar os frutos acessíveis. Para isso, corte um ou mais ramos principais e conserve os ramos horizontais mais baixos.
O essencial é, no fundo, facilitar o acesso à árvore e, ao mesmo tempo, garantir a sua forma harmoniosa.

quinta-feira, 6 de março de 2008

Esta noite fui dançar... e... sonhar!

Há muito tempo que não sentia assim.
Ou seja, há muito tempo que não dançava a par.
Aquela dança que nos faz rodopiar, enlaçadas em braços fortes, que nos seguram firme, mas suavemente.
Sentir a leveza dos meus pés, voando ao som da música.
Sentir a suavidade de movimento do meu corpo.
Sentir aquele sorriso que nunca acaba.
Sentir a música em todos os poros do meu corpo, trazendo ao meu espírito o orgulho de ser mulher.
Dizem que para dançar só precisa-se sentir a alma.

Enquanto eu dançava, livrei-me das máscaras, deixei pra trás os medos, os compromissos, esqueci da hora.
Enquanto eu dançava, vi a minha alma, e podia viajar no meu interior.
Enquanto eu dançava, não importei com o passado, nem com o futuro, somente com o tempo presente e ia muito além do tempo.
O tempo não existia, o tempo parou para que eu vivesse esse momento.
Enquanto eu dançava, mostrei cada parte de minha história.
Era qualquer pessoa que eu quisesse ser enquanto eu dançava..

Dançar é um dos movimentos maravilhosos que existe.
Dançar e fazer amor. Há movimentos que se lhes comparem? Eu acho que não.
De sentir as mãos masculinas pressionar-me as costas e... dançar.
Em uma sintonia perfeita de nossos corpos, onde nossos corações batem num só compasso.
Fecho os olhos, deixo tu guiares-me, sentir o pulsar do meu coração. Vibrações em alta velocidade.
Como se dançasse nas nuvens. O Céu, nosso cenário! Brilharemos mais que as estrelas.
Porque a energia quando se dança é inexplicável.

Esta noite senti o movimento do meu corpo, como não sentia há muito.
Nunca se esquece o movimento suave da dança.
Não existe idade para dançar, sou uma eterna dançarina,com corpo de menina, com a alma de criança e os desejos de mulher.
E cada momento era uma nova pista de dança onde podemos escolher o ritmo que queremos viver.
Nenhuma dança é eterna, mas as sensações são infinitas. E a música está no ar.

Vivi esse momento da vida. Dançei como se ninguém estivesse a olhar... Não foi um sonho.. foi real..

quarta-feira, 5 de março de 2008

Declaração de Amor..



Corro em busca de descobertas,
Descobertas que desvendam mistérios,
Mistérios sagrados do amor.
Tenho sede e fome nessa corrida
Mas aguento...
Continuo a correr.
Sei que vai valer a pena,
De que essas descobertas me mostrarão
Um novo mundo,
Um mundo de sonhos.
Vou chegar ao final dessa corrida
E lá estará o mais doce mistério,
E que eu estarei frente a frente com minha cara metade...
Um encontro de duas partes perdidas no mundo.
Um mundo sombrio
Que irá transformar as sombras em sonhos.
Vou correr a vida inteira,
Vou atrás de um mistério que irá mudar a minha vida.
Um mundo que irá me apresentar a felicidade
Depois do cansaço, sede e da fome...
Um mundo que irá me deixar desvendar um DOCE MISTÉRIO.

São votos de amor a todas as mulheres que conheço, todas as mulheres da minha vida e a todas as mulheres que futuramente vou conhecer.. BOM DIA DE MULHER - 8 de Março

sábado, 1 de março de 2008

Olhar...


No ninho que é o teu corpo,
Encontro a vontade de querer estar
No teu olhar procuro as respostas,
Que os meus olhos questionam
E que os teus tentam esconder
Nos teus lábios tensos,
Guardo a suavidade dos meus
Ansiosos por tocá-los,
Tal pétalas de uma flor exótica
Nas tuas mãos quentes,
Surpreendidas de um toque,
Seguro a ternura e o desejo
De quem quer bem
Levanto o meu olhar,
Deito-o no teu…
Aguardando serenamente,
O momento....
Que se segue!

Eternidade...


Para além do espaço, há um horizonte que os olhos não vêem, mas o sonho alcança...
Para além do tempo, há ainda o mistério que as mãos não apalpam, mas a alma sente...
Para além do túmulo, há uma flor que desponta e uma luz que brilha...
Para além das lágrimas, há um coração que ama e uma prece que une...
Para além da terra fria, há o suave perfume da imagem que não se desvanece...
Para além da saudade, há o testemunho de quem partiu ficando pelas marcas que deixou...
Para além do chão que pisamos, há o céu que nos atrai...
Para além da morte, há a eternidade...
...e eu sei que é lá que me esperas... até um dia!

Março

MÊS: MARÇO
FLOR: LAVANDA
FADA: LAURA

A lavanda foi muito usada pelos gregos e romanos em óleos e sais de banho com valores terapêuticos. Era usada também como antibacteriano que ajudava na cicatrização de cortes e queimaduras.
Durante a Idade Média foi considerada uma flor do amor, por causa de seu perfume e por suas propriedades de anti-repelente de insetos. Porções de lavanda eram dadas aos recém-casados para trazer boa sorte e pétalas secas da flor eram polvilhadas sobre o leito nupcial.
Dizia-se ainda, que ao carregar ou inalar lavanda permitia que se visse almas do outro mundo. É ainda, considerada como protetora do "olho grande" ou "olho gordo".
A fada Laura é considerada a lavadeira de sua comunidade, já que é quem recolhe, lava e perfuma as roupas de suas companheiras. Ela pertence ao grupo de fadas de flores de jardim e é descrita como uma menina de rosto doce, magra, vestida com um traje curto da cor malva como a lavanda e uma saia feita de flores dessa planta. Seu sorriso é de otimismo e afeto. Ela gosta que cantem ou recitem o poema:

“Ding, don, lavanda azul”,
Diz a canção.
Sobre suas flores, ding, dang,
As borboletas voaram
(elas a adoram).
(E também as abelhas).
A lavanda, alegre, se agita,
Balançada pela brisa.
Azul de lavanda, ding, dang,
E verde de lavanda.
Os vestidos lavam e perfumam, ding, dong,
E deixam bem limpos
Os lençóis e os lenços.

Encontrei o meu puzzle, oferecida pela minha mana K.


As virgens


Em A Virgem (NÉRET, 2000: 71), a jovem que se transforma em mulher, permite-nos assistir ao despertar da sensualidade. A alegoria piramidal é representada por partes de corpos que formam uma espécie de puzzle, dominados pelas curvas emaranhadas em estados variados. O tema subjacente é o de Eros e o do ciclo da vida.

Assim como a representação feminina de Gustav Klimt, Lóri desnuda-se. Sua paixão pelo conhecimento estimula a personagem a arrancar a máscara, para criar uma história a partir de si. Nela, o princípio de realidade projeta defesas contra a dor. Ao redescobrir o princípio de prazer, reconhece que o prazer que ignora a dor é um prazer-simulacro.

A metáfora do falcão alude a visão do homem sobre a mulher, presa a ser conquistada. Ulisses não quer apenas o corpo de Lóri mas, também a alma. Contudo, esta mulher, a quem ele resiste, torna-o encantado. O professor aprende que a verdade deve transformar-se em fato.

Existir é tão completamente fora do comum que se a consciência de existir demorasse mais de alguns segundos, nós enlouqueceríamos. A solução para esse absurdo que se chama “eu existo”, a solução é amar um outro ser que, este, nós compreendemos que exista. (LISPECTOR, 1982: 169).

Klimt trabalha a estética do erotismo sob o conceito de que o mundo tem uma aparência feminina. Os seus nus sedutores, envolvidos em ouro e prata, em motivos florais exóticos, formam a expressão erótica da sensualidade moderna. O erotismo da imagem é apresentado pela disposição renovada de corpos e cores que criam um mundo prometéico.