Meus outros blogs:

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Milagre, Extraordinário, Wonder


Obrigada, mana. 
Mexeu comigo, 
voltei ao meu longínquo passado, 
revoltei-me um pouco, 
mas no final valeu a pena, 
ler o livro. 
Não pelo o resultado final, 
mas por saber e dar a pensar 
a versão das outras pessoas, 
pais, irmãos, amigos, colegas, professores.
Conclusão: somos todos seres humanos imperfeitos, 
ora somos diferentes fisicamente, 
ora somos diferentes mentalmente, 
ora somos diferentes no julgamento. 
Passei o livro à minha mãe.