Meus outros blogs:

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

A L Z H E I M E R

...


Dizem os estrategas que a melhor defesa é o ataque.
Portanto, vamos tomar todas as medidas possíveis para evitar que o alemão, inimigo das nossas mentes possa ganhar algum terreno.

ALZHEIMER  (interessante)

A cada um minuto de tristeza, perdemos a oportunidade de sermos felizes por 60 segundos.

Sobre o ALZHEIMER
Roberto Goldkorn é psicólogo e escritor

O meu pai está com Alzheimer.
Logo ele, que durante toda vida se dizia "O Infalível".
Logo ele, que um dia, ao tentar ensinar-me matemática, disse que as minhas orelhas eram tão grandes que batiam no tecto.
Logo ele que repetiu, ao longo desses 54 anos de convivência, o nome do músculo do pescoço que aprendeu quando tinha treze anos e que nunca mais esqueceu: esternocleidomastóideo.

O diagnóstico médico ainda não é conclusivo, mas, para mim, basta saber que esquece o meu nome, mal anda, toma líquidos de canudinho, não consegue terminar uma frase, nem controla mais as suas funções fisiológicas, e tem os famosos delírios paranóicos comuns nas
 demências tipo Alzheimer.

Aliás, fico até mais tranquilo diante do "não sei ao certo" dos médicos; prefiro isso ao "estou absolutamente certo de que...", frase
 que me dá arrepios.

E o que fazer... para evitarmos essas drogas?
 

Como?

Ler muito, escrever, buscar a clareza das ideias, criar novos circuitos neurais que venham substituir os afectados pela idade e
 pela vida "bandida".

O meu conselho é para não serem infalíveis como o meu pobre pai;
 não cheguem ao topo, nunca, pois dali só há um caminho: descer. 
Inventem novos desafios, façam palavras cruzadas, forcem a memória, não só com drogas (não nego a sua eficácia, principalmente asnootrópicas), mas a correr atrás dos vazios e lapsos.

Não sossego enquanto não me lembro do nome de algum velho conhecido,
 ou de uma localidade onde estive há trinta anos.
Leiam e empenhem-se em entender o que está escrito, e aprendam outra língua, mesmo aos sessenta anos.

Coloquem a palavra FELICIDADE no topo da sua lista de prioridades: 
"7" de cada "10doentes nunca ligaram para essas "bobagens" e viveram vidas medíocres e infelizes - muitos nem mesmo tinham consciência disso.

Mantenha-se interessado no mundo, nas pessoas, no futuro.
 
Invente novas receitas, experimente (não gosta de ir para a cozinha? hummmm... preocupante).
Lute, lute sempre, por uma causa, por um ideal, pela felicidade.
 
Parodiando Maiakovski, que disse "melhor morrer de vodca do que de tédio", eu digo: melhor morrer a lutar o bom combate do que ter a personalidade roubada pelo Alzheimer.

Dicas para escapar do Alzheimer:

Uma descoberta dentro da Neurociência vem revelar que o cérebro mantém
 a capacidade extraordinária de crescer e mudar o padrão de suas conexões.

Os autores desta descoberta, Lawrence Katz e Manning Rubin(2000), revelam que 
NEURÓBICA, a "aeróbica dos neurónios", é uma nova forma de exercício cerebral projectada para manter o cérebro ágil e saudável, criando novos e diferentes padrões de atividades dos neurónios em seu cérebro.
Cerca de 80% do nosso dia-a-dia é ocupado por rotinas que, apesar de terem a vantagem de reduzir o esforço intelectual, escondem um efeito perverso; limitam o cérebro.

Para contrariar essa tendência, é necessário praticar exercícios
 "cerebrais" que fazem as pessoas pensarem somente no que estão a fazer, concentrando-se na tarefa.
O desafio da NEURÓBICA é fazer tudo aquilo que contraria as rotinas, obrigando o cérebro a um trabalho adicional.
Tente fazer um teste:
- use o relógio de pulso no braço direito;
- escove os dentes com a mão contrária da de costume;
- ande pela casa de trás para frente; (vi na China o pessoal a treinar
 isso num parque);
- vista-se de olhos fechados;
- estimule o paladar, coma coisas diferentes;
- veja fotos de cabeça para baixo;
- veja as horas num espelho;
- faça um novo caminho para ir ao trabalho.
A proposta é mudar o comportamento rotineiro!
Tente, faça alguma coisa diferente o com seu outro lado e estimule o seu
 cérebro.
Vale a pena tentar!
Que tal começar a praticar agora, trocando o mouse de lado?
Que tal começar agora enviando este e-mail, usando o mouse com a mão esquerda?
 
FAÇA ESSE TESTE E PASSE ADIANTE PARA OS SEUS AMIGOS.

Pense profundamente
Fale gentilmente
Ame bastante
Ria frequentemente
Trabalhe com afinco
Dê com generosidade
Pague pontualmente
Ore fervorosamente
E seja bom...
 (Elmer Wheeler)

 

terça-feira, 27 de setembro de 2016

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Enigma

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Milagre


Pela primeira vez na minha vida, na semana passada fui a uma reunião da tão criticada Igreja Universal e partilhei as práticas e orações dos presentes.
De repente, o Pastor se aproximou do lugar onde estava.
Olhou-me fixamente e apontou-me o dedo.
Piedosamente, ajoelhei-me e ele colocou as suas mãos na minha cabeça e clamou em voz alta:
-Você vai caminhar.
Eu respondi-lhe baixo:
-Mas não tenho nenhum problema de locomoção.
Ele ignorou minha resposta e quase gritando, voltou a exclamar:
-Irmão, você vai caminhar!
Toda a Assembleia, com as mãos ao alto, começou a chorar:
-Você vai caminhar!
Mais uma vez, tentei explicar que não tinha nenhum problema com meus membros inferiores, mas foi em vão.
Cada vez mais forte e com mais energia, ele repetiu:
-Você vai caminhar!!
Enquanto a Assembleia em transe gritava ainda mais forte:
- Você vai caminhar!!!!
Optei por me calar e não dizer mais nada.

Quando o acto acabou deixei a Assembleia e, acredite ou não, o maldito pastor tinha razão:
Tinham-me gamado o carro!!!

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

terça-feira, 20 de setembro de 2016

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Festival da Sapateira vai começar...

Gastronomia

16 de setembro a 16 de outubro 2016
EVENTOS
Local: Vários restaurantes de Santa Cruz
Esta atividade integra o programa Onda de Verão
O Festival da Sapateira constitui um festival gastronómico em que a sapateira é rainha.
Trata-se de uma iniciativa realizada em Santa Cruz e organizada por um conjunto de restaurantes aderentes à iniciativa.
Em 2016 celebramos a 20.ª edição deste festival.
Venha deliciar-se!!
Restaurantes aderentes: O Navio, Vela d'Ouro, La Fontana, Hotel Santa Cruz, O Polvo e Santa.Come

Preço: 16,50 €

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Enigma bananas

domingo, 11 de setembro de 2016

Mudança

“Tudo é uma constante mudança.
As pessoas mudam, o mundo muda...
Tudo se transforma com o tempo e nada permanece igual.
O que nos resta são os bons momentos que foram vividos e que ficaram guardados para sempre em nossa lembrança.  
Devemos viver cada segundo intensamente.
Nada é perfeito e lutarmos por aquilo que realmente desejamos.
Devemos sempre seguir a voz de nosso coração e seguir sem medo de viver.
A vida é feita de momentos muitas vezes ruins e bons, tristes e alegres e de presente, passado e futuro.
O passado foi vivido e as recordações ficam.
Para o futuro termos esperanças de uma vida feliz.
A cada dia, aprendemos novas lições e com elas tiramos proveito para não errar novamente, não "tropeçar" no mesmo erro.
Todos os dias acordamos e fazemos praticamente o mesmo, e às vezes o quotidiano cansa.
Mas mesmo assim, olho para o céu e para o sol/lua.
Enquanto ele brilhar para nós, ainda existirá esperança.  
Podemos ser felizes com pequenas coisas.
Podemos fazer da vida uma eterna primavera com flores sempre a nascer. Vida é renovação, é esperança e temos que ter força para lutar.
Apenas vive e tento ser feliz, luto até o fim, busco e realizo os meus sonhos.
E no fim da vida, poderei olhar para trás e dizer com orgulho:
"Eu lutei, eu vivi, eu busquei, eu venci." 
A nossa felicidade está aonde nós sentimos felizes 
e podemos sentir ao redor de nós.
Dá mas não permitas que te usem. 
Ama mas não permitas que abusem do teu coração, 
Confia mas não sejas ingénuo(a),
Escuta mas não percas a tua propria voz.
Eu quero a felicidade, a liberdade de viver.
CARPE DIEM

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Dentro do cérebro: Uma viagem interativa

Dentro do cérebro: Uma viagem interativa

Vamos aprender um pouco, sobre essa máquina fantástica, com essa viagem!

 

http://www.alz.org/brain_portuguese/
  

Essa viagem explica o funcionamento do cérebro e como a doença de Alzheimer o afeta.
Como fazer a viagem?

Há 16 slides interativos. Ao visualizar cada slide, passa o mouse sobre qualquer texto colorido para destacar os recursos especiais de cada imagem. Em seguida, clica na seta para avançar para o próximo slide.
1. Ao abrir a página, clica em "INICIAR A VIAGEM?.
2. Em cada página exibida, clica nas palavras realçadas em vermelho.
Boa viagem!!

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Sonha ser como o ídolo

O menino sem pernas que sonha ser como o ídolo Cristiano Ronaldo

Mohammad Abdullah perdeu as duas pernas num acidente de comboio, em 2001.




A esperança e a força de vontade são palavras chave nesta história. Mohammad Abdullah, de 22 anos, perdeu as duas pernas num terrível acidente de comboio, em 2001. Contudo, o sonho deste menino do Bangladesh não morreu: Quer competir profissionalmente, como o seu ídolo… Cristiano Ronaldo.
A trágica história remonta ao ano de 2001. Mohammad estava a viajar num comboio, quando tentou mudar de carruagem, com o mesmo em andamento. O jovem acabou por escorregar e ficou com as suas pernas presas e o pior aconteceu.
Mohammad foi também abandonado pela sua mãe aos sete anos de idade, mas nem isso lhe tirou a esperança. Depois do acidente, o jovem nunca desistiu.
“Nunca pensei que poderia voltar a andar, quanto mais jogar futebol. Quando estava preso à cadeira de rodas, tive medo de ficar toda a minha vida preso”, começou por dizer, em declarações ao Daily Mail.
Neste momento, o jovem do Bangladesh alimenta então o sonho se ser futebolista, mas enquanto não o consegue realizar mantém o seu trabalho numa estação de comboios.
“Meti na cabeça que teria de voltar a andar. Estava determinado que teria de ser independente e tentei andar. Estava cansado de olhar para mim e estar naquela situação sem retorno. Enfrentei as dificuldades com a mentalidade que iria ser bem sucedido. Agora consigo andar, trabalhar e jogar futebol como as outras pessoas”, contou Mohammad.

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Setembro