Meus outros blogs:

sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

Musica no Coração



The Sound of Music (intitulado A Noviça Rebelde no Brasil e Música no Coração em Portugal) é um filme norte-americano de drama musical dirigido e produzido por Robert Wise. Baseado no livro de memórias The Story of the Trapp Family Singers, escrito por Maria von Trapp, o trabalho é uma adaptação do musical homônimo lançado em 1959, sendo roteirizado por Ernest Lahman, que adaptou o roteiro a partir do livro do musical, escrito por Howard Lindsay e Russel CrouseRichard Rodgers e Oscar Hammerstein II compuseram as canções presentes no projeto, sendo que Irwin Kostal encarregou-se das passagens instrumentais. Protagonizado por Julie Andrews e Christopher Plummer — que interpretam respectivamente Maria e Capitão von Trapp —, o filme narra as aventuras de uma jovem mulher austríaca que estuda para se tornar uma freira em Salzburgo no ano de 1938 e acaba sendo enviada para a casa de campo de um oficial da marinha viúvo e aposentado, para ser a governanta de seus sete filhos. Depois de trazer música e amor para as vidas das crianças através da bondade e paciência, ela se casa com o Capitão e, juntamente com as crianças, descobre uma maneira de sobreviver à perda sua terra natal através da coragem e da fé.
Pouco após The Story of the Trapp Family Singers ser transformado em filme na Alemanha Ocidental, a Paramount Pictures comprou os direitos da adaptação cinematográfica do livro nos Estados Unidos, tendo como objetivo produzi-la em língua inglesa, com Audrey Hepburn interpretado Maria. A empresa eventualmente descartou a opção, porém um de seus diretores Vincent J. Donehue propôs transformar a história em um musical; o produto final, The Sound of Music, estreou em 16 de novembro de 1959 no teatro Lunt-Fontanne e conquistou enorme sucesso crítico e comercial. Como resultado, a 20th Century Fox comprou os direitos da adaptação cinematográfica do musical por US$ 1,25 milhões. O então presidente da empresa Richard D. Zanuck contratou Ernest Lehman para adaptar o musical em filme, que selecionou William Wyler como diretor; contudo, Wyler queria dirigir The Collector, e foi substituído por Robert Wise como diretor do trabalho. Lehman desenvolveu uma versão diferente do musical, eliminando algumas canções, e sua primeira opção para interpretar Maria foi Julie Andrews. Grande parte dos atores escolhidos para os papéis haviam experiência em atuação, canto ou dança. As filmagens de The Sound of Music tiveram início em 26 de março de 1964 e terminaram em 1º de março do mesmo ano; os locais de filmagens incluem o estado da Baviera, na Alemanha, a cidade de Salzburgo, naÁustria, e os estúdios da 20th Century Fox, em Los AngelesCalifórnia. Um total de 83 cenas foram filmadas em pouco mais de cinco meses.
Lançado em 2 de março de 1965 nos Estados Unidos, The Sound of Music foi inicialmente recebido de forma mista por críticos de cinema, porém conseguiu ser universalmente aclamado; como resultado, obteve diversos prêmios, como cincoOscar em 1966, incluindo o de Best Picture. Em termos comerciais, obteve um resultado bastante positivo, substituindoGone with the Wind como o filme com maior bilheteria na época de seu lançamento, arrecadando mais de US$ 286 milhões em âmbito global[nota 1] e tornando-se um dos filmes mais populares de todos os tempos, sendo selecionado em 1998 pela American Film Institute (AFI) como o 55º melhor filme norte-americano de todos os tempos e o quinto melhor filme musical da história, além de ter sido preservado na National Film Registry pela Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos em 2001 por ser "culturalmente, historicamente ou esteticamente significativo". Sua trilha sonora correspondente, produzida por Neely Plumb e relançada diversas vezes, converteu-se no álbum mais vendido no Reino Unido nos anos de 1965, 1966 e 1968, e no segundo mais vendido no país durante a década de 1960, e popularizou músicas como a faixa-título, "My Favorite Things", "Climb Ev'ry Mountain" e "Do-Re-Mi". Além de ter sido transmitido diversas vezes nos Estados Unidos, através da National Broadcasting Company (NBC) e lançado comercialmente nos formatos de VHSDVD elaserdisc, o projeto voltará aos cinemas em 2015 com uma versão restaurada, como parte das comemorações do 50º aniversário de seu lançamento.

Sinopse

O filme conta a história verídica da família de cantores Von Trapp, mostrando desde os dias da então noviça 'Maria' (que antes de se tornar 'Von Trapp' tinha como sobrenome 'Kutscher') num convento em SalzburgoÁustria, até o momento em que a família foge do país quando este é ocupado pelos nazistas, que estão prestes a prepararem o Anschluss.
Maria, que não consegue seguir as rígidas normas de conduta das religiosas, é enviada para trabalhar como governanta dos 7 filhos do 'Capitão Georg von Trapp'; este é viúvo, e desde a morte de sua esposa educa as crianças com rigor militar.
A chegada de Maria modifica drasticamente a vida da família ao trazer alegria e conquistar o carinho e o respeito das crianças. No início ela enfrenta alguns problemas com o Capitão, mas este acaba desenvolvendo um grande afeto pela jovem ao ver que ela conseguiu fazer o que nenhuma outra governanta havia antes feito pelas crianças. Eles acabam se apaixonando, e o capitão, antes comprometido com 'Elsa Schraeder', uma rica baronesa de Viena, rompe o noivado para poder se casar com Maria.
Porém, daí para frente, nem tudo na vida da família será tão fácil assim, pois quando os nazistas dominam a Áustria, o capitão é convocado para servir na marinha alemã. A família decide, então, fugir de carro através da fronteira. Mas as fronteiras são fechadas e eles se veem obrigados a caminharem pelas montanhas. Numa das mais emocionantes sequências do cinema, embalada pela canção Climb Ev'ry Mountain, o filme termina com a família nas montanhas, mostrando a importância de viver em família, um ajudando ao outro.

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Em nome da Amizade


terça-feira, 22 de dezembro de 2015

O solstício de inverno acontece no dia 22 de dezembro, 04h48


Na astronomia, solstício (do latim sol + sistere, que não se mexe) é o momento em que o Sol, durante seu movimento aparente na esfera celeste, atinge a maior declinação em latitude, medida a partir da linha do equador. Os solstícios ocorrem duas vezes por ano: em dezembro e em junho. O dia e hora exatos variam de um ano para outro. Quando ocorre no verão significa que a duração do dia é a mais longa do ano. Analogamente, quando ocorre no inverno, significa que a duração da noite é a mais longa do ano.

No hemisfério norte o solstício de verão ocorre por volta do dia 21 de junho e o solstício de inverno por volta do dia 21 de dezembro. Estas datas marcam o início das respectivas estações do ano neste hemisfério. Já no hemisfério sul, o fenômeno é simétrico: o solstício de verão ocorre em dezembro e o solstício de inverno ocorre em junho. Os momentos exatos dos solstícios, que também marcam as mudanças de estação, são obtidos por cálculos de astronomia (consulte a tabela abaixo para os valores de alguns anos).
Devido à órbita elíptica da Terra, as datas nas quais ocorrem os solstícios não dividem o ano em um número igual de dias. Isto ocorre porque quando a Terra está mais próxima do Sol viaja mais velozmente do que quando está mais longe, em conformidade com a segunda lei de Kepler.
Os trópicos de Câncer e Capricórnio são definidos em função dos solstícios. No solstício de verão do hemisfério sul, os raios solares incidem perpendicularmente à superfície da Terra no Trópico de Capricórnio. No solstício de verão do hemisfério norte, ocorre o mesmo fenômeno no Trópico de Câncer.

Na linha do equador a duração dos dias é fixa ao longo das estações do ano com 12 horas de luz e 12 horas de noite (ver cálculo da duração do dia para latitude de 0°). Desse modo os solstícios nessa linha não podem ser obtidos através de dias ou noites mais longas e somente podem ser observados através do dia em que o Sol atinge a menor elevação no meio-dia local, podendo o azimute dessa elevação do Sol estar orientado para o norte (solstício de verão no hemisfério norte) ou para o sul (solstício de verão no hemisfério sul). Na linha do equador não há como dizer se um solstício é de verão ou de inverno uma vez que demarcam a separação dos hemisférios norte e sul da Terra.
Nas linhas dos trópicos de Câncer e Capricórnio, os solstícios de verão respectivos a cada hemisfério da Terra coincidem com o único dia do ano em que os raios solares incidem perpendicularmente.
Nas linhas dos círculos polares Ártico e Antártico, os solstícios marcam o único dia do ano em que o dia ou a noite duram 24 horas ininterruptas considerando a estação do ano: verão ou inverno, respectivamente.

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Entre animais

domingo, 20 de dezembro de 2015

Carpe Diem, Feliz Natal e Boas Entradas 2016.

Acabar com as guerras
Quer politicas, quer religiosos, quer de futebol.
Acabar com a destruição
Das fontes de natureza deste Planeta.

Vamos dar valor ao
Amor entre as pessoas, animais e natureza,
Amizade entre irmãos e entre inimigos,
Solidariedade para vivermos em paz,

Para os sofrem, paz,
Para os necessitados, oferta,
Para os abandonados, solidariedade

Saúde para aproveitar todos os momentos.
Votos de felicidades, paz, amor e família.
 

sábado, 19 de dezembro de 2015

CURIOSIDADES


Você sabia...?
Os soldados de Napoleão Bonaparte estavam alojados na capela onde a obra A Última Ceia de Cristo se encontra e a utilizavam para treinar tiro ao alvo atirando na cabeça de Jesus Cristo.

Na Suécia é lei que os pais não podem insultar ou envergonhar seus filhos!

SOS foi escolhida porque tem a escrita em código morse bem fácil - S é representado por três pontos (...) e o O por três traços (---).

As Sete Maravilhas do Mundo são: a Estátua de Zeus Olímpico (Grécia), o Templo de Diana (Turquia), o Colosso de Rodes (Grécia), o Mausoléu de Halicarnasso (Turquia), o Farol de ALexandria (Egito), os Jardins Suspensos da Babilônia (Iraque), as Pirâmides do Egito - única que temos atualmente.

Os menores países do mundo são: Vaticano (0,44 km2), Mônaco (1,89 km2), Nauru (22 km2) e San Marino (60,5 km2).

O Oceano Pacífico tem profundidade média de 4267 metros.

Na Turquia dos séculos XVI e XVII quem fosse pego tomando café era condenado à morte.

O filme Duro de Matar com Bruce Willis mostra 264 mortes em 124 minutos de filme. Isso dá uma média de duas mortes por minuto!

Os nomes dos filhos de Baby Consuelo são: Riroca (agora, Sarah Sheeva), Zabelê, Nanashara, Pedro Baby, Krishma Baby e Kriptus Rá.

Avião Concorde alcança a velocidade de 2200 km/h.

O general francês Napoleão Bonaparte foi mordido pelo cãozinho de sua esposa em sua noite de núpcias. O cachorro julgava que sua dona estava sendo "atacada".

O tempo passa, o tempo voa... 
Vinte aninhos? Pois sabia que você já viveu mais de 10 milhões de minutos. Quem disse que a vida começa aos 40? Nessa idade, você terá vivido mais de 1,2 bilhões de segundos.

Coisas nunca imaginadas: 
Um lápis inteiro conseguiria desenhar uma linha de 56 km ou escrever aproximadamente 50 mil palavras.

Uma dona-de-casa percorre 16 km diariamente para executar todas as tarefas domésticas.

Cabem aproximadamente 70 gotas de água numa colher de chá.

O chicote faz aquele barulho de espoleta porque o som se movimenta a uma velocidade superior à do som (1220km/h).

Cerca de 2800 pizzas de massa grossa empilhadas atingiriam a altura da torre de Pisa.

Quando um vidro se quebra, os caquinhos se espalham a uma velocidade superior a 4830km/h.

O ano cósmico é o tempo que o sol leva para dar uma volta completa ao redor do centro da Via Láctea - aproximadamente 225 milhões de anos!


Unidades de medidas: 
Polegada - era a largura do polegar de um homem. No século XVI, o rei Eduardo I, da Inglaterra, estabeleceu que a polegada correspondesse a três grãos de cevada.

Jarda - A Jarda era originalmente a medida do cinturão masculino, que recebia esse nome. No século XII, o rei Henrique I, Inglaterra, fixou a jarda como a distância entre seu nariz e o polegar de seu braço estendido.

Pés - Antigamente, um pé correspondia a onze polegadas e meia. Hoje, a medida é de doze polegadas, o tamanho médio dos pés masculinos.

Polegada: 2,54 centímetros 
Jarda: 91,44 centímetros 
Pé: 30,4801 centímetros

Canhotos famosos 
Adolf Hitler 
Albert Einstein 
Ayrton Senna 
Charlie Chaplin 
Cole Porter 
D. Pedro I 
Goldie Hawn 
Harpo Marx 
Jimi Hendrix 
Jimmy Connors 
João Batista 
Figueiredo Júlio César 
Kim Novak 
Leonardo da Vinci 
Maradona 
Marilyn Moroe 
Michelangelo 
Nelson Rockfeller 
Paul McCartney 
Ringo Starr 
Roberto Rivelino 
Rock Hudson 
Ronald Reagon 
Barak Obama

Calcula-se que os canhotos representem 4% da população.

Poder
Sabe qual era o nome completo do imperador D. Pedro I (1708-1834)?
Respire fundo: Pedro Aleântara Francisco Antônio João Carlos Xavier de Paula Miguel Rafael Joaquim José Gonzaga Pascal Cipriano Serafim de Bragança e Bourbon.


Comida
SUPERSTIÇÕES À MESA
· Vinho derramado é alegria. Sal derramado é mau agouro. Farinha no chão é sinal de fartura. Dinheiro na mesa de comida é sinal de miséria.
· Beber o que restou do copo de alguém é uma maneira de ficar sabendo seus segredos.
· Não se passa o sal directo para a mão de quem pede. Dá azar. Deve colocá-lo na mesa.

CRENDICES DO ANO NOVO
No Brasil, as pessoas evitam comer aves, pois elas ciscam para atrás. Uma das simpatias é chupar e guardar na carteira três carocinhos de romã madura. Os espanhóis fazem a contagem regressiva para o ano novo comendo uvas, enquanto os Húngaros se deliciam com leitões assados. No sul da índia, o arroz é o prato típico do ano novo. Os gregos fazem um bolo chamado peta e põem uma moeda na massa. Quem pegar o pedaço com a moeda terá muita sorte no ano que nascerá.

SEXO PELO MUNDO

· Na capital dos Estados Unidos, Washington D.C., uma lei determina que só é permitido transar na posição papai-mamãe, lá conhecida como "missionário"
· Sexo sem camisinha? É proibido no estado de Nevado (E.U.A).

EQUADOR
A poligamia é aceita pela tribo Cayapa. A explicação é que, quanto maior o número de mulheres, maior será a capacidade de colher bananas, principal actividade económica local.

Acredite se quiser
Essa aconteceu em Maryland, Carmen Friedewald Hill, de 26 anos, atirou em seu namorado, Ryan Gesner, durante uma interminável briga em que discutiam quem amava mais o outro.
· Em Ventura (Califórnia), cães e gatos precisam de licença publica para transar na rua.
· Os homens de Alexandria, no estado de Minnesota, são proibidos de fazer sexo enquanto seu hálito estiver cheirando a alho, cebola ou sardinha.
· O sexo em veículos é permitido em Carisbda, no México, sob duas condições: o carro deve ter cortinas e o sexo não pode ser feito na hora do almoço.
· Se um policial da cidade de Coeur d'Atene (Idaho) suspeitar que um casal esta transando dentro de um carro, ele deve primeiro buzinar três vezes, esperar dois minutos e só ai se aproximar do carro.

Alturas 
Gigantes

Homens mais altos 
O homem mais alto na história da medicina, com provas irrefutáveis, foi Robert Pershing, Illinois, EUA. A 27 de Junho de 1940, foi medido pela última vez, com 2,72 m. Faleceu 18 dias mais tarde, à 1h30 de 15 de julho de 1940, com 199 Kg, em um hotel de Manistee, Michigan, em consequência de um ferimento infeccionado no seu tornozelo direito. Seu peso máximo foi registado de 22,7 Kg, no seu 21º aniversário. Calçava sapatos de 47 cm e suas mãos mediam 32,4 cm do pulso à ponta do dedo médio.

Mulheres mais altas 
Zeng Jinlian, do povoado de Yujiang, na província de Hunan, China, media 2,48 m ao morrer, a 13 de Fevereiro de 1982.

Gémeos mais altos 
Michael e James Lanier, de Troy, Michigan, EUA, medem 2,235 m. Sua irmã, Jennifer, mede apenas 1,57 m.

Gigantes casados 
Anna Hanen Swan, da Nova Escócia, Canadá, media 2,46 m, casou-se a 17 de julho de 1871 com Martin van Buren Bates, de Kentucky, EUA, que media 2,20 m.

Casal mais desproporcional 
Fabien Pretou, com 1,885 m, e Natalie Lucius, com 0,94 m, casaram-se em Seyssinet-Pariset, França, a 14 de abril de 1990.

Anões 
Menores pessoas 
O menor adulto de que se tem registro, é Gul Mohammed, de Nova Déli, Índia. A 19 de julho de 1990, foi examinado no hospital registrando 57 cm de altura e peso de 17 Kg. Os outros membros de sua família apresentam estaturas normais.

Brasil 
A mulher mais baixa do Brasil, ainda adolescente, é carioca Luciana Grosso Batista, cuja última medição oficial, feita em Novembro de 1994, atestou 62 cm de altura.

Gémeos mais baixos 
Os anões Matjus e Bela Matina, de Budapeste, Hungria, que se tornaram cidadões norte-americanos, mediam 76 cm de altura.

Pesos 
Homens mais pesados 
O ser humano mais pesado registado pela medicina foi Jon Brower Minnochi, da Ilha Bainbrigde, Washington, EUA, que sofreu de obsidade desde a infância. Minnochi tinha 1,85 m de altura e pesava 178 Kg aos 22 anos, 317 Kg aos 442 Kg em Setembro de 1976.

Mulher mais pesada 
A mulher mais pesada de que se tem conhecimento é Roselie Bradford, que atingiu um pico de 554 Kg em Janeiro de 1987.

Gemêos mais pesados 
Billy Leon e Benny Loyd, nascidos a 7 de dezembro de 1946, da Carolina do Norte, EUA, eram normais até a idade de seis anos, Billy pesava 337 Kg e Benny, 328 Kg, com 2,13 m de cintura. Ambos profissionais de luta livre.

Mais leve 
O adulto de menor peso em registro foi Lucia Xarate, de San Carlos, México, uma anã de 67 cm de altura com 2,13 Kg aos 17 anos. Ela havia "engordado" até pesar 5,9 Kg aos 20 anos. Ao nascer pesava 1,1 Kg.

Bebês 
Mais pesados 
O bebê mais pesado de mãe saudável já registrado foi o menino que nasceu com 10,2 Kg em Aversa, Itália.

Brasil 
A 11 de Fevereiro de 1995, na cidade do Rio de Janeiro, nasceu Saulo Tarso de Oliveira Ácimo, o bebê mais pesado até hoje, com 58 cm e 6,87 Kg. A mãe, Isabel de Oliveira Ácimo, submeteu-se a uma cesariana.

Mais leve 
A 27 de Julho de 1989, uma menina prematura pesando 280 g foi registada no Loyo la University Medical Center em Illinois, EUA.

Longevidade 
Vida mais longa 
A pessoa mais idosa do mundo, cuja data de nascimento pode ser autenticada é Jeanne Louise Calment, que nasceu a 21 de Fevereiro de 1875 na França. Actualmente, vive em um casa de repouso em Arles, sul da França, onde celebrou seus 119 anos de idade.

Brasil 
A pessoa mais idosa do Brasil, e provavelmente do mundo, é o mineiro João Soares de Almeida, nascido em Teófilo Otoni a 20 de maio de 1870. Actualmente aos 125 anos, vive no Lar São Vicente de Paula, município de Rio Bom, Paraná.

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Carta de Portugal à Goa

A alguns filhos e netos de Goa:
Hoje, dia 18 Dez 15, passa-se mais um aniversário em que Goa deixou de ser uma colónia qualquer.

Nesse remoto dia 18 de Dez, Goa acordou cedo, descalçou os  sapatos de salto alto e sentiu nos pés a frescura da terra, despiu-se de roupas, à moda europeia, de cores escuras e tristes, num impulso irresistível de ser ela própria.
Vestiu um sari alegre e descalça, sentou-se no balcão, sempre bela, e ficou expectante, no meio do turbilhão de ideias e imagens que mais uma vez, depois de séculos, a fez sentir insegura.
O futuro dos seus filhos, uns ali em seu redor e  outros tantos espalhados pelo mundo ?
Naquele momento de ansiedade, só precisava de um abraço apertado da sua Mãe.
Será que ela a perdoava?
 
De facto, não sei se a perdoou ou não. Mas há meses atrás, também eu, perdida na estrada sinuosa da vida, tive saudades dela, do seu abraço, e escrevi o poema que envio em anexo e que vos dedico no dia de hoje

Para ti Goa
Fui à tua procura
Sem saber como eras
Sem saber onde estavas

Percorri caminhos desconhecidos
Noites com forma de fantasmas
Fui à tua procura
Atravessei mares revoltos
Ventos de medo
Vi Adamastores engolindo meus companheiros
Mas, eu continuei à tua procura
Para mim, não havia tormentas

Fui à tua procura
Não sei se por desejo de posse do teu corpo 
Não sei se por desejo de posse da tua alma
Procurei-te no infinito dos oceanos
Procurei-te à luz da última estrela brilhante
Procurei-te na miragem de terra firme
E…. Encontrei-te
Desprevenida !

Quis só para mim
Lutei de espada em punho
Matei não sei quantos, nem sei quem
Arranquei-te dos braços dos teus Pais
Afastei-te dos teus Irmãos
Roubei-te à tua Família
Obriguei-te  a converter-te  aos meus Nortes
Foram tempos de paixão

Outros de encanto
Outros ainda de raiva e de perdas
Os nossos Filhos!
Filhos do Sol e da Lua
Filhos de dois mundos tão distantes e tão diferentes
Herdeiros de um património incalculável !
Filhos que cuidaram de mim
Filhos que apregoaram o nosso nome a sete ventos
Filhos que desfraldaram a tua bandeira
Passadas que são as mil e uma noites

Hoje
Nós,  tão distantes e tão diferentes
Mas eles, todos eles, procuram 
o calor do teu abraço
a sombra do teu sari,
os cheiros multicolores do teu corpo
Meu desejo foi perverso, porque impossível
E o que terá ficado desta  Epopeia ?

De P

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Vitória! O fim da era dos combustíveis fósseis começou…

Líderes internacionais que participaram da Conferência do Clima em Paris estabeleceram um acordo sem precedentes, que pode salvar tudo aquilo que amamos! Foi por isso que fomos às ruas, assinamos petições, promovemos campanhas, fizemos doações e enviamos mensagens: por uma mudança drástica e maravilhosa no curso da história da humanidade. 

Climate March
Chamado de "emissões líquidas zero", o acordo propõe um equilíbrio entre a quantidade de gases de efeito estufa liberada na atmosfera em decorrência da atividade humana e a quantidade dela retirada. Quando a poeira baixar e o Acordo de Paris estiver nas mãos dos legisladores de cada país, a energia limpa vai ser a maneira mais barata e eficiente de manter esse compromisso. Isso nos dá a base que precisamos para realizar o sonho de um futuro seguro para as próximas gerações!

Diante de grandes crises, nasceram belas visões de mundo. A Segunda Guerra Mundial teve como fruto a Declaração Universal dos Direitos Humanos, um documento sólido que ilustra o nosso espírito e capacidade de união como povo. A queda do apartheid levou a África do Sul a criar a mais visionária e progressiva constituição já vista.

Visões ambiciosas como essas dependem de movimentos sociais capazes de popularizá-las, fazendo com que virem realidade no nosso dia-a-dia. A vitória de hoje não é uma exceção. 

Clique aqui para ver a história de nossa luta pelo clima e para participar das comemorações

Nas últimas semanas, nossa comunidade desempenhou um papel crucial, ajudando a conquistar este acordo histórico.Depois de quebrarmos todos os recordes, mobilizando centenas de milhares de pessoas em todo o mundo, levamos nossas vozes para a conferência – literalmente – em um coro de mensagens gravadas pessoalmente por membros, ouvido pelas delegações na entrada do local de reuniões. Em seguida, a equipe da Avaaz entregou nossa petição diretamente ao secretário-geral da ONU, dando início a uma sequência incrível de campanhas. 

Em 2014, quando o secretário-geral da ONU convocou a Conferência sobre Mudanças Climáticas, centenas de milhares de pessoas foram às ruas em Nova York. Foi então que percebemos que tínhamos o poder do povo do nosso lado
- Christiana Figueres, chefe das discussões climáticas na ONU, falando sobre o poder das mobilizações em seu discurso de encerramento, ontem

Do início ao fim, a cada tentativa dos governos de bloquear o progresso das negociações, nós reagimos; e quando governantes adotaram uma atitude positiva, contaram com nosso apoio. Nossa comunidade pressionou nossos líderes a irem adiante, em 45 ações diferentes em apenas 14 dias. O nosso impacto foi impressionante: 

Climate March
Quando o governo da Índia se pronunciou contra a meta de energia 100% limpa, membros da Avaaz filmaram a enchente em Chennai e essas imagens foram projetadas em um telão dentro da conferência, junto de mensagens de todo o país. No dia seguinte, a imprensa anunciou que o governo havia mudado de ideia, sendo que pelo menos um veículo afirmou que a mudança de opinião foi causada por “entrevistas com sobreviventes da inundação em Chennai, vistas no vídeo exibido em um telão dentro da sala onde aconteciam as negociações sobre o clima”.

E era apenas o começo. Nossas passeatas, mensagens e apelos em vídeo foram exibidos sem parar no saguão fora da principal sala de negociação. Presidentes, chefes de estado, ministros e suas respectivas delegações eram lembrados da nossa existência e das nossas demandas todos os dias. 

Na sequência, cobrimos Paris de cartazes que mostravam os rostos dos piores lobistas da indústria de combustíveis fósseis, pedindo que os ministros os ignorassem. Por causa disso, a lobista da maior empresa de mineração do mundo retirou-se por completo das negociações! 


Quando a Argentina e a Arábia Saudita foram identificadas como as principais sabotadoras da negociação, membros da Avaaz nos dois países entraram em ação, o que chamou a atenção de toda a imprensa. Na Argentina, Mauricio Macri, presidente recém-eleito que havia feito promessas de investir em energia renovável, foi bombardeado por mensagens pedindo o envio de uma delegação a Paris. Dentro de poucos dias, os representantes chegaram. O governo saudita ficou tão preocupado por estar no foco das atenções que um advogado representando o reino ligou para a equipe da Avaaz dizendo que seríamos processados. 

Há apenas algumas horas, uma ministra alemã agradeceu pessoalmente aos membros da Avaaz por fazer com que ela e sua delegação se sentissem apoiadas ao longo das negociações. 

Entretanto, a ação mais eficaz de nossa comunidade foi, provavelmente, arrecadar centenas de milhares de dólares para apoiar a presença das Ilhas Marshall na conferência. O ministro que representava o país se tornou um dos heróis em Paris ao anunciar uma coalizão de países "altamente ambiciosos", que acabou com a divisão tóxica entre o norte e o sul do planeta ao congregar cem países em torno do mesmo objetivo.

Membros da Avaaz lançaram campanhas e começaram a mandar mensagens de texto às delegações de grandes economias emergentes, pedindo que aderissem à coalizão. Em questão de horas, o Brasil respondeu à equipe da Avaaz, passando a integrar o grupo oficialmente em 48 horas.

E essa foi apenas uma das campanhas incríveis nas quais trabalhamos nesse meio-tempo! 


Todo mundo esperava o fracasso da conferência. O tempo todo, as equipes da Avaaz ouviram governantes afirmando que "o povo não se importa com as mudanças climáticas". Mas a gente sabia que não era bem assim. Sabíamos que esta comunidade é formada por milhões de pessoas que, ano após ano, escolheram “salvar o planeta” como prioridade fundamental do nosso trabalho. 

Desde 2007, em Bali, em 2009, em Copenhagen, passando por todas as conferências do G7, pelas principais capitais do mundo e agora em Paris, foi assim que mostramos como os líderes estavam errados: 



Abrindo caminhos em Bali (2007): a luta do nosso movimento por ação contra as mudanças climáticas começou em Bali, há oito anos, quando membros da Avaaz enviaram milhares de mensagens aos países que sabotavam o diálogo. Doações dos membros financiaram ainda uma campanha publicitária que, segundo o maior jornal japonês, foi a responsável pela mudança de posição do governo. Juntos, ajudamos a pavimentar a estrada para as grandes negociações de Copenhagen e o acordo final em Paris.

"O elefante começa a se mover" (2008-09): Durante um ano inteiro, nossa comunidade deixou tudo de lado para se concentrar na Conferência de Copenhagen, organizando centenas de vigílias e passeatas em todo o mundo, fazendo milhares de telefonemas para tomadores de decisão, entregando petições com milhões de assinaturas e levando um grito de alerta a presidentes e primeiros-ministros. Embora os líderes tenham fracassado em conseguir um acordo, foi como um membro da Avaaz descreveu: "o elefante começou a se mover, e quando um elefante começa a se mover, é difícil fazê-lo parar..."
"Vocês são os catalisadores do idealismo mundial... o impacto sobre os líderes que estão aqui não pode ser subestimado"
- Gordon Brown, Primeiro-Ministro do Reino Unido, 2009


Nada nos faz perder as esperanças (2010-13): Apesar do resultado decepcionante de Copenhagen, nosso movimento nunca perdeu a esperança. Em vez disso, em cada país, a cada oportunidade, membros da Avaaz continuaram lutando com unhas e dentes pelas políticas necessárias contra as mudanças climáticas. Fizemos um protesto na Conferência de Durban em solidariedade aos países em desenvolvimento, realizamos vigílias na esteira do desastre nuclear do Japão e lançamos uma petição global pedindo a preservação da preciosa Amazônia, que alcançou 1,5 milhões de assinaturas. 

Fortalecendo o nosso movimento (2010-13): Copenhagen nos ensinou que era preciso crescer muito mais para derrotar o lobby da indústria de combustíveis fósseis e convencer nossos governantes. E foi exatamente o que fizemos: passamos de 3 milhões para mais de 30 milhões de membros! 

A maior mobilização pelo clima da história (2014): Após meses de preparativos e em colaboração com muitas organizações parceiras, organizamos a maior manifestação pelo clima da história, na véspera de uma importante Conferência do Clima da ONU. Colocamos 400 mil pessoas nas ruas de Nova York e outras 300 mil em todo o mundo, e todas elas traziam uma mensagem poderosa: o mundo quer energia 100% limpa. Semanas depois, os Estados Unidos e a China assinaram um acordo que foi um marco nas reduções de emissões. A vontade política em relação ao meio ambiente havia mudado. 

"Nossos cidadãos continuam marchando. Não podemos fingir que não estamos ouvindo. Temos que atender ao chamado"
- Barack Obama, durante a Conferência da ONU de 2014

Hora dos heróis do clima (2015): Impulsionados pelo sucesso das marchas, concentramos nossas atenções nas economias mais ricas e fizemos de tudo para apoiar a liderança da Alemanha no G7. Milhares de membros se uniram para financiar pesquisas e anúncios persuasivos, denunciando os principais países que boicotavam o progresso das negociações. Entregamos pessoalmente uma petição com 2,7 milhões de assinaturas aos principais ministros alemães e franceses. Tivemos ainda uma reunião pessoal com François Hollande, presidente da França. Centenas de membros da Avaaz seguiram Angela Merkel em praticamente cada evento público do qual a chanceler alemã participou, pedindo que ela agisse como uma heroína. O resultado? Líderes do G7 disseram adeus aos combustíveis fósseis, comprometendo-se a eliminar progressivamente a poluição de carbono ao longo deste século! A maré estava virando. 

Por Paris e por tudo que amamos (2015): Na contagem regressiva para a reta final das negociações em Paris, milhares de pessoas se inscreveram para participar das mobilizações marcadas para a véspera da conferência. Eventos foram organizados por membros da Avaaz em todos os cantos do mundo, mas os ataques em Paris chocaram a todos, impossibilitando o grande evento programado para a capital e para outros locais da França. 

Os membros da Avaaz reagiram com esperança e criatividade. Em questão de dias, recolhemos mais de 22 mil sapatos para expor em uma instalação incrível no centro de Paris, simbolizando todas as pessoas que não puderam participar da mobilização. Até o Papa e o secretário-geral da ONU enviaram seus calçados. Demais! 


Enquanto líderes mundiais chegavam a Paris, nosso próprio recorde era quebrado! De São Paulo a Sydney, passando por Sana’a, mais de 785 mil pessoas participaram de 2.300 eventos em 175 países, pedindo em uníssono por um futuro abastecido por energia renovável e pela preservação de tudo que amamos. Imagine como seria se o povo de Paris e do resto da França tivesse conseguido participar também! 

Imagens e gravações das mobilizações em todo o mundo alastraram-se como fogo, estampando a primeira página de dezenas de grandes jornais. A Mobilização Mundial pelo Clima teve cobertura de centenas de agências internacionais e foi transmitida em um telão no local da conferência. O tom das conversas estava estabelecido. 


Temos décadas de trabalho pela frente para cumprir o compromisso assumido. Precisamos elevar os padrões para atingir a meta de energia 100% limpa até 2050 e especificar o que consideramos "segunda metade do século", como está estabelecido no acordo. Precisamos que os países mais ricos financiem os países em desenvolvimento no processo de abolição do uso de carvão e retirem centenas de milhares de pessoas da pobreza. Precisamos pressionar os governos de todas as partes a manter o aquecimento do planeta abaixo de 1,5º C, para que pequenos países-ilha consigam sobreviver. E o mais importante: precisamos garantir que todos os governos cumpram as promessas feitas em Paris. 

Mas já conquistamos muito:
  • Pelo menos US$ 100 bilhões em financiamentos após 2020 para manter o fluxo de dinheiro para os países pobres;
  • Reuniões a cada cinco anos para fazer um balanço dos compromissos e estimular a elevação das metas, o que vai nos deixar cada vez mais perto de um mundo onde a emissão líquida zero em gases de efeito estufa é uma realidade; e
  • Consenso em considerar as mudanças climáticas um problema mundial, cuja solução requer o trabalho conjunto, desde a Arábia Saudita até o Senegal, passando pelo Brasil, para que possamos construir um futuro.
O mais importante é que a vitória da noite passada envia uma mensagem clara a investidores de todo o mundo: investir em combustíveis fósseis é uma aposta falida e energias renováveis ​​são a nova fonte de lucro. A tecnologia que nos levará a um mundo abastecido por energia 100% limpa é a mina de ouro de nossos tempos. 

Quando a história nos proporciona momentos em que o vento muda de direção, dá para sentir o cheiro no ar. O melhor que fazemos é aproveitar a força desse vento em nossas velas, navegando em direção a um novo caminho. Assim como nossos irmãos e irmãs na África do Sul, que ganharam a igualdade jurídica independentemente da cor da pele, os membros da comunidade LGBT nos Estados Unidos, que ganharam o direito de se casarem com as pessoas que amam, e o movimento pacífico de Gandhi, que deu origem a uma nova esperança para a Índia, estamos à beira de sentir esse novo, doce vento em nossos rostos. 

Vamos todos aproveitar sua força para navegarmos juntos através dos oceanos, rios e lagos que nos dividem. Vamos cumprir a promessa feita agora e entregar aos nossos filhos um futuro lindo, seguro e limpo. 

sábado, 12 de dezembro de 2015

Rumos

Existem fases na nossa vida 
Por vezes, é inevitável
É preciso passar por elas
E aprender coisas novas 

Hoje consciente e de pés na terra,
Vou aonde a felicidade me leva,
mas por vezes o amor prega partidas
ao lado do amor anda a dor de mãos dadas

Por vezes, existem dias e dias
Bons dias em que reina a alegria
Ouvir o cantar dos passarinhos alegres
Maus dias, de não saber o que fazer 
Aquela vontade de fugir
Querer voltar a aquele passo anterior
E de esconder de tudo e de nada

olho para o infinito e vejo a balança da vida
As vantagens e desvantagens de tudo
O rumo a seguir ou não, do sitio aonde estamos
E decido depois de uma boa noite de sono.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Exposição Real Bodies | Cordoaria Nacional (até ao final do ano)

Algumas das muitas curiosidades:
- o sangue é filtrado pelos rins 400 vezes ao dia;
- a tosse pode atingir 96km/h e o espirro 160km/h;
- durante a vida comemos em média o equivalente ao peso de 6 elefantes;
- a língua tem 16 músculos independentes;
- o glúteo é o músculo mais largo
- os músculos mais fortes que temos são os da mastigação;
- a sorrir mexemos 17 músculos e a fazer caretas 43;
- no início da gestação os fetos são todos femininos até que uma hormona provoca a alteração.

http://www.realbodies.pt/portals/9/IMG_0666.fw.png

http://nuovavenezia.gelocal.it/polopoly_fs/1.10621755.1420595912!/httpImage/image.jpg_gen/derivatives/detail_558/image.jpg

http://1.citynews-trevisotoday.stgy.it/~media/originale/35595287269076/img_5109.jpg

http://2.citynews-trevisotoday.stgy.it/~media/originale/46568138588582/img_5104.jpg

http://www.jesolo.it/sites/default/files/uomo_e_donna_a_meta.jpg

http://danisdecadentdeals.files.wordpress.com/2013/07/cardiovascular-system.jpg

https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/736x/af/b7/f5/afb7f5564ec44f730962e2d4c9e36b9f.jpg

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Aldeia do Pai Natal da Google



https://santatracker.google.com/?utm_source=VillageHPP#village