Meus outros blogs:

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Dia Mundial das Doenças Raras

No dia 28 de fevereiro comemora-se O Dia Mundial das Doenças Raras,
O Dia Mundial das Doenças Raras é comemorado em mais de 60 países e pretende alertar e consciencializar a população para a existência deste tipo de doenças e para as dificuldades que os doentes enfrentam.
Designam-se por doenças raras aquelas que afetam um pequeno número de pessoas quando comparado com a população em geral e são levantadas questões especificas relativamente à sua raridade. Na Europa, uma doença é considerada rara quando afeta 1 em 2.000 pessoas. Uma doença pode ser rara numa região, mas comum noutra (como é o caso da Lepra).
Segundo o Portal da Saúde, em 2011 conheciam-se cerca de sete mil doenças raras, estimando-se a existência de muitas mais, que afetavam entre seis a oito por cento da população na União Europeia – entre 24 e 36 milhões de pessoas. Regularmente são descritas novas doenças raras na literatura médica.
As doenças raras mais frequentes são as genéticas, mas existem outras como as doenças infeciosas muito raras, as doenças auto-imunes e cancros raros. São doenças crónicas e progressivas graves, muitas vezes com risco de vida.
Os doentes afetados por estas doenças enfrentam problemas de acesso ao diagnóstico, falta de conhecimentos científicos e médicos e consequente dificuldade ou inexistência de tratamento, informação e acompanhamento.
Serviços Sociais da Administração Pública 

domingo, 20 de julho de 2014

FUNCIONÁRIA DA TAP... ATENDIMENTO PERSONALIZADO!!

Aprendamos com uma funcionária da TAP!!! 

'Destruamos' um ignorante, de forma original... É tão simples!... Vale a pena ler...  

Uma funcionária da TAP, em Lisboa, deveria ganhar um prémio por ter sido esperta, 
divertida e ter atingido o seu objectivo, quando teve que lidar com um passageiro que 
o que merecia mesmo, era voar no porão da bagagem! 

Um voo sobrelotado da TAP foi cancelado.
Uma única funcionária, atendia e tentava resolver o problema de uma longa fila de passageiros.
De repente, um indivíduo irritado passou por toda a fila, atirou o bilhete para cima do balcão e disse:
- Eu tenho que ir neste voo, e tem que ser em Primeira Classe.  
A funcionária respondeu:  
- O Sr. desculpe, terei todo o prazer em ajudá-lo, mas tenho que atender estas pessoas primeiro, 

pois estão pacientemente na fila, há algum tempo. Quando chegar a sua vez, farei tudo para poder satisfazê-lo. 
O passageiro, irredutível, disse bastante alto para que todos na fila ouvissem:
- Você por acaso, faz alguma ideia de quem eu sou? 
Sem hesitar, a funcionária sorriu, pediu licença, pegou no microfone e anunciou: 

- Atenção, atenção, por favor!!!  
A sua voz ecoou por todo o terminal, e ela continuou:  
- Encontra-se junto deste balcão, um passageiro que não sabe quem é, devendo estar perdido! 
Se alguém for parente, responsável pelo mesmo, ou puder ajudá-lo a descobrir a sua identidade 
solicitamos que compareça no balcão da TAP. Muito obrigada!  
Com as pessoas atrás dele, rindo desalmadamente, o homem olhou furiosamente 
para a funcionária, rangeu os dentes e disse, gritando:
- Vou-te f*!!! 
Sem pestanejar, ela sorriu e disse:
 
- Desculpe, meu caro senhor, mas, mesmo para isso, vai ter que esperar na fila 

quinta-feira, 17 de julho de 2014

Amor

Hoje, Pai, lembro-me ti com amor,
lembro-me de ti com saudade,
Mas com um sorriso nos lábios,
com coração cheio de amor
Sei que olhas por mim,
sei que estás ao meu lado.
E que assistes á alegria
nunca antes sentida nem realizada

Sei que o tempo passou
e aquilo que queremos pode ser possível,
Sei que tive oportunidades perdidas
e que passaram muitas coisas ao lado,
Mas também passei por muitas coisas
que me faz valorizar mais a vida
Sei que tenho oportunidade para aproveitar
e saborear a alegria da vida.

Por mais crescida que seja,
sinto sempre a voltar a ser adolescente
Por mais consciente que possa,
as brincadeiras fazem parte de mim
Por mais longe que esteja
meu coração pula mil á hora
Voltar a ser criança
que existe dentro de MIM é maravilhoso

Hoje não tenho medo de quebrar
nem de ficar deprimida
O rumo é incerto, é longo
e o tempo tanto pode ser longo como curto
E o que mais anseio,
o que desejo á muito tempo foi realizado
E dias após dia,
os momentos engrandecem com o amor.

terça-feira, 8 de julho de 2014

Só 15 euros

Um homem chegou a casa tarde do trabalho, cansado, irritado e encontrou o seu filho de 5 anos à espera dele.
Pai, posso fazer-te uma pergunta?
O que é? Respondeu o homem.
Pai, quanto é que ganhas por hora?
Isso não é da tua conta. Porque é que estás a perguntar uma coisa dessas? - Respondeu o Pai em tom agressivo.
Eu só quero saber. Diz-me quanto ganhas numa hora?
Se queres saber, eu ganho 15,00 € por hora.
Ah... - o menino respondeu, com a cabeça para baixo.
Pai, podes emprestar-me 7,50 €?
O pai ficou furioso - Essa é a única razão pela qual me perguntaste isso? 
Pensas que é assim que podes conseguir algum dinheiro para comprares um brinquedo ou alguma outra coisa? Vai para o teu quarto e deita-te. Eu não trabalho duramente todos os dias para tais infantilidades.
O menino foi calado para o seu quarto e fechou a porta.
O Pai sentou-se e começou a ficar ainda mais nervoso sobre as questões do filho. Como ele ousa fazer tais perguntas só para conseguir algum dinheiro?
Após cerca de uma hora, o homem tinha-se acalmado e começou a pensar:
Talvez houvesse algo que o filho realmente precisava comprar com esses 7,50 € e ele não pedia dinheiro com muita frequência. Foi para a porta do quarto do filho e abriu a porta.
Estás a dormir, meu filho? - perguntou.
Não pai, estou acordado! - respondeu o filho...
Eu estive a pensar, talvez eu tenha sido muito duro contigo. Tive um longo dia e acabei por descarregar em ti. Aqui estão os 7,50 € que me pediste. 
O menino levantou-se a sorrir. Oh pai, obrigado, gritou. Rebuscou alguns trocos por baixo do seu travesseiro.
O Pai viu que o menino já tinha algum dinheiro e começou a enfurecer-se novamente.
O menino lentamente contou o seu dinheiro e, em seguida, olhou para o pai...
Por é que queres mais dinheiro se já tinhas algum? Gritou o pai.
Porque eu ainda não tinha o suficiente, mas agora já tenho. Pai, eu agora tenho 15,00 €. Posso comprar uma hora do teu tempo? Por favor, chega mais cedo amanhã a casa. Gostaria de jantar contigo.
O pai ficou destroçado. Colocou os seus braços em torno do filho, e pediu-lhe desculpa.
É apenas uma pequena lembrança a todos que trabalham duro na vida. Não devemos deixar escorregar através dos nossos dedos o tempo sem ter passado algum desse tempo com aqueles que são importantes para nós, os que estão perto do nosso coração. Não te esqueças de compartilhar esses 15,00 € do valor do teu tempo, com alguém que gostas/amas.

Se morrermos amanhã, a empresa para a qual estamos a trabalhar, poderá facilmente substituir-nos em uma questão de horas. Mas a família e amigos que deixamos para trás irão sentir essa perda para o resto.

quarta-feira, 2 de julho de 2014

Rumos

"O amor é uma força capaz de mudar rumos..."

terça-feira, 1 de julho de 2014

July