Meus outros blogs:

sexta-feira, 20 de abril de 2007

Provérbios - Letra D

Dá Deus nozes, a quem não tem dentes.
Da discussão nasce a luz.
Dá duas vezes, quem prontamente dá.
Da flor de Janeiro, ninguém enche o celeiro.
Dádiva de ruim, a seu dono se parece.
Dar a César o que é de César, dar a Deus o que é de Deus.
De boas intenções, está o Inferno cheio.
De Espanha, nem bom vento nem bom casamento.
De lautas ceias, estão as sepulturas cheias.
De livro fechado, não sai letrado.
De manhã a manhã, perde o Carneiro a lã.
De manhã ao monte, de tarde à fonte.
De médico e de louco, todos temos um pouco.
De noite todos os gatos são pardos.
De pequenino se torce o pepino.
De rico a soberbo, não há palmo inteiro.
De S.ª Catarina ao Natal, um mês igual.
Defeitos do meu amigo, lamento mas não maldigo.
Deitar cedo e cedo erguer, dá saúde e faz crescer.
Depois da batalha aparecem os valentes.
Depois da tempestade vem a bonança.
Depois de casa roubada trancas à porta.
Depois de S. Vicente já se pode enganar toda a gente.
Depois do burro morto, cevada ao rabo.
Depressa e bem, não há quem.
Desmanchar e fazer tudo é fazer.
Deus ajuda quem trabalha, que é o capital que menos falha.
Deus ajudando vai em Julho mereando.
Deus dá o frio conforme a roupa.
Deus é bom e o diabo não é mau.
Deus escreve direito, por linhas tortas.
Deus nos livre dos maus vizinhos de ao pé da porta.
Deus quer, o Homem sonha, a obra nasce.
Deus vê o que o Diabo esconde.
Devagar se vai ao longe.
Dezembro com Junho ao desafio, traz Janeiro frio.
Dezembro frio, calor no estio.
Dia de S. Barnabé (11/6), sega-se a palma do pé.
Dia de S. Silvestre (31/12), quem tem carne que lhe preste.
Dinheiro compra pão, mas não compra gratidão.
Dinheiro e santidade, a metade da metade.
Dinheiro emprestado, anda mal parado.
Dinheiro emprestaste, inimigo criaste.
Dinheiro esquecido, nem é pago nem agradecido.
Dinheiro não traz felicidade.
Diz o roto ao nu: porque não te vestes tu?
Diz-me com quem andas, dir-te-ei quem és.
Do Natal à Sta. Luzia, cresce um palmo em cada dia.
Do trabalho e experiência, aprendeu o Homem a ciência.
Dos 15 aos 20, caso com quem o meu pai quiser; dos 20 aos 25 é com quem eu quiser; depois dos 25, venha quem vier, não fica sem mulher.
Dos enganos vivem os Escrivães.
Dos Santos ao Natal, é Inverno natural.
Duro com duro, não faz bom muro.

sábado, 14 de abril de 2007

Teatro infantil italiano: Pedro e o Lobo


Pierino e il lupo - Teatro Diadokai e TTB -Teatro Tascabile de Bérgamo

Pierino e il lupo, uma produção do Teatro Tascabile di Bergamo em colaboração com o Teatro Diadokai, encenação de Ricardo Gomes, è uma adaptação do "conto musical para crianças" homónimo de Sergei Prokofiev, que ensina a distinguir os sons dos diferentes instrumentos da orquestra. Um espectáculo de teatro-dança em que a actriz –bailarina Priscilla Duarte conta a história e encarna as suas várias personagens numa transformação contínua,que acontece diante dos olhos dos espectadores, através de simples mudanças do figurino e do uso do corpo e da voz.

A colaboração entre Ricardo Gomes (actor, realizador e conhecedor de teatro) e Priscilla Duarte (actriz e bailarina) começa em 1984 durante o curso de Artes Cenográficas na Universidade de Rio de Janeiro. Em 1989 resolvem aprofundar a sua experiência em Itália, iniciando uma longa e articulada colaboração com o Teatro Tascabile di Bergamo, grupo histórico do Teatro de Pesquisa italiano dirigido por Renzo Vescovi (alunos-actores de 1989 a 1991, actores de 1992 a 1994 e colaboradores de 2003 a 2007).

A sua formação profissional provém do contacto com os Mestres das tradições cenográficas orientais e ocidentais - como Jerzy Grotowski, Eugenio Barba, Aloka Panikar e Kalamandalam John – utilizando as técnicas do Teatro de Rua e do Teatro-dança Clássico Indiano. Com o TTB apresentam centenas de espectáculos nos quatro continentes, participando em muitos festivais internacionais e adquirindo experiência em todos os aspectos da produção teatral, segundo o espirito de autogestão e trabalho cooperativo do Teatro de Grupo.

Em '96 criam no Brasil o Teatro Diadokai com o espectáculo de Pedro e o lobo (Pierino e il lupo), resultado de uma pesquisa sobre a linguagem em diálogo com os princípios do Teatro Oriental. O espectáculo, premiado pela sua pesquisa sobre a linguagem teatral, teve mais de trezentos réplicas para mais de vinte mil espectadores no Brasil, Itália e Alemanha. O grupo produz outros espectáculos (Um clarão... e a noite após!, O deus e a princesa, Os amantes do sereno...) e eventos teatrais, além de realizar seminários sobre a Arte do Actor.

quinta-feira, 5 de abril de 2007